O primeiro evento esportivo dos Jogos Olímpicos Rio 2016 contou com uma apresentação surpreendente da África do Sul, mas, ao final, uma vitória da favorita Suécia. Na abertura do torneio de futebol feminino, no Estádio Olímpico do Rio de Janeiro, um gol de Nilla Fischer garantiu às europeias um triunfo difícil pelo grupo E – que tem ainda Brasil e China.

O início de jogo deu a impressão de que as suecas logo tomariam conta das ações. Com cinco minutos de jogo, Sofia Jakobsson balançou o travessão da goleira Roxanne Barker – que, em outras duas ocasiões, salvou as sul-africanas com defesas difíceis.

Mas, aos poucos, a África do Sul se sentiu à vontade e equilibrou o jogo contra as comandadas de Pia Sundhage. Ou, se sempre se viu como equipe mais recuada, ao menos conseguiu criar ocasiões nos contra-ataques e, mais importante, evitar chances claras para as suecas.

Foi assim até os 30 minutos da segunda etapa, quando justamente Roxanne Barker, destaque das Banyana Banyana, rebateu mal um cruzamento da direita e acabou deixando a bola solta na pequena área. Nilla Fischer chegou para completar, quase em cima da linha, e garantir às suecas seus primeiros três pontos.