Copa do Mundo da FIFA Sub-17 Brasil 2019™

Copa do Mundo da FIFA Sub-17 Brasil 2019™

26 de outubro - 17 de novembro

Copa do Mundo Sub-17 da FIFA

Toyama: “Quero que as pessoas saibam que o Japão tem talento”

Japan U17 team forward Shoji Toyama (Right second) is poised to take a shot
© Others
  • Revelação do Gamba Osaka, Shoji Toyama é o principal goleador do Japão
  • Ele anotou cinco gols nas eliminatórias asiáticas para o Mundial Sub-17
  • O atacante do agora tenta provar seu talento contra a elite da categoria

O atacante Yuya Osako conquistou uma legião de admiradores com atuações brilhantes com a camisa do Werder Bremen e da seleção japonesa. Foi ele o autor do famoso gol da vitória contra a Colômbia na Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018, que transformou o Japão na primeira equipe asiática a derrotar um adversário sul-americano no principal torneio de futebol do planeta.

Entre os seus fãs mais ardorosos está o jovem Shoji Toyama, atacante da seleção sub-17 do Japão que sonha em seguir os passos do ídolo. "Osako está se saindo muito bem no exterior”, avalia o garoto em entrevista ao FIFA.com. “Também quero contribuir para que as pessoas do mundo todo saibam que os jogadores japoneses têm talento."

De fato, Toyama mostrou o seu potencial durante o Campeonato Asiático Sub-16 do ano passado. O atacante da base do Gamba Osaka foi um dos artilheiros da competição, com cinco gols, e ajudou o Japão a conquistar o seu terceiro título continental e a vaga na Copa do Mundo Sub-17 da FIFA Brasil 2019, que começa no final de outubro.

Para além dos números, foram a confiança e a desenvoltura de Toyama diante do gol que fizeram dele uma das principais revelações do torneio. Agora se preparando para disputar a sua primeira Copa do Mundo, o jovem de 16 anos terá a oportunidade de mostrar o que sabe para um público ainda maior, exatamente como Osako fez na Rússia 2018.

O melhor desempenho do Japão em Mundiais Sub-17 foi a participação nas quartas de final em 1993 e 2011. Mas, impulsionado pelo desempenho que rendeu a taça do continente ao país, Toyama acredita que os jovens samurais podem chegar mais longe dessa vez.

“Quero ser um jogador não só que marca gols, mas que ajuda a vencer o jogo”, diz. “Somos campeões asiáticos e acho que temos a força para alcançar um nível mais alto [do que antes] no torneio. Faremos o máximo para atingir o nosso objetivo, mas devemos ter consciência de que precisamos melhorar o nosso jogo. Temos de combinar a nossa pressão com movimentação para criarmos chances. Esperamos realmente fazer boas apresentações no Brasil.”

Shoji Toyama of Japan U-16 runs with the ball
© imago

Duelo de campeões

O Japão terá adversários difíceis no Grupo D, mas isso não parece abalar as pretensões do jovem atacante. A estreia japonesa será contra a Holanda, atual campeã europeia. Em seguida, o país enfrenta os EUA, que terminaram em segundo lugar nas eliminatórias da CONCACAF, e encerra a primeira fase diante do estreante Senegal.

“Pessoalmente, acho que é bom para nós jogarmos contra a equipe mais forte no jogo de estreia”, avalia. “É um duelo de campeões continentais. Eu vi uns vídeos dos holandeses e acho que eles estão em um nível mais alto que os outros adversários da chave. Eles são melhores em quase todos os aspectos, física e tecnicamente”, completa.

“Os EUA também têm uma seleção forte, e jogamos contra o Senegal em um amistoso no Japão no ano passado”, recorda Toyama. “Os senegaleses nos dominaram fisicamente e perdemos a partida por 2 a 0. Mas isso nos dá a experiência necessária para esse reencontro no Brasil.”

Explore esse tópico

Matérias recomendadas

Estadio Bezerrao

Copa do Mundo Sub-17 da FIFA

Confirmados os horários das partidas do Brasil 2019

25 jul 2019