Copa do Mundo da FIFA Sub-17 Brasil 2019™

Copa do Mundo da FIFA Sub-17 Brasil 2019™

26 de outubro - 17 de novembro

Copa do Mundo Sub-17 da FIFA

El Mesmari, o “Bruce Lee” mexicano sonha com reencontro no Brasil

FIFA U-17 World Cup Brazil 2019 - Bruce El-Mesmari of Mexico looks on
© Getty Images
  • O atacante mexicano se chama Bruce em homenagem ao astro Bruce Lee
  • Seus antepassados escaparam de tragédia armênia no começo do século 20
  • Quer se reencontrar com parte da família no Brasil e ser campeão mundial

“A minha mãe me contou que me chamou de Bruce pelo Bruce Lee. Ia me chamar de Brandon, pelo filho dele, mas a verdade é que eu agradeço que tenha sido Bruce, porque não gosto de Brandon”.

A risada de Bruce El Mesmari dispara ainda mais rápido do que as suas pernas pela esquerda do campo. Baixo, mas muito veloz, o atacante mexicano parece ter herdado, pela simples posse do nome, a agilidade do inesquecível ator americano: esquiva dos rivais como a água que escorre pelos dedos.

Chegou até a se dar bem com as artes marciais, mas no fim ganhou o futebol. “Fui faixa preta, mas quando tive que decidir, escolhi o futebol”.

Parece que foi a escolha certa, porque El Mesmari é uma das joias das categorias de base do Pachuca. Mas será que o talento com a bola vem de família? “Na verdade acho que não”, diz rindo. “Nenhum dos meus antepassados tinha jogado futebol. Eu sou o primeiro”.

FIFA U-17 World Cup Brazil 2019 -  Ulises Lezcano of Paraguay struggles for the ball with Bruce El-Mesmari of Mexico
© Getty Images

Laços familiares

Na realidade, o que ele herdou foi a bravura. O seu primeiro sobrenome é de origem libanesa. O segundo é Sangochián. Os seus tataravós maternos conseguiram escapar da tragédia do povo armênio no início do século 20. Primeiro, tentaram se instalar em Nova York. Depois foram para a cidade mexicana de Veracruz e no fim se fixaram na capital do país. Mas a sua tia-avó decidiu ir para o Brasil.

"Quando fiquei sabendo que o Mundial tinha ido para o Brasil, fiquei muito feliz. Percebi que ia poder ver os meus parentes depois de muitos anos. Desde antes do torneio estou em contato com eles para que venham me ver."

No jogo contra o Paraguai, ele entrou aos dez minutos do segundo tempo. "O coração batia forte. Desde pequeno estou trabalhando para estar aqui. Um Mundial da sua categoria… Todo garoto quer estar aqui!", afirma.

Quando entrou, uma pequena celebração foi ouvida no Estádio Bezerrão de Brasília/Gama. Era os seus pais e as irmãs menores, que vieram torcer por ele. E os parentes brasileiros?

"Eles vivem em São Paulo. Prometeram para mim que, se nos classificarmos, eles vão vir. Por isso, é uma motivação dupla poder passar de fase."

Mentalidade de campeão

Realizar o sonho completo seria estar no dia 17 de novembro comemorando o terceiro título mundial do México. "Viemos preparados, com a mentalidade de erguer a taça. Passo a passo, é claro, mas sabemos para que viemos e o que queremos, e vamos dar tudo que temos para conseguir isso."

Admirador dos compatriotas Hirving Lozano e Carlos Vela, Bruce tem os dois como exemplo e espelho para alimentar a sua convicção mais profunda. Sobra confiança para Bruce El Mesmari Sangochián. "O futebol é o que eu mais amo e acho que vou chegar longe", conclui.

Explore esse tópico

Matérias recomendadas

Paraguai 0 x 0 México - Melhores momentos

FIFA U-17 World Cup 2019

Paraguai 0 x 0 México - Melhores momentos

29 out 2019

Fernando Presentado of Paraguay U-17 holds off Josue Martinez of Mexico U-17

Copa do Mundo Sub-17 da FIFA

Paraguai e México batalham, mas ficam no empate (0-0)

29 out 2019