Copa do Mundo da FIFA Sub-17 Brasil 2019™

Copa do Mundo da FIFA Sub-17 Brasil 2019™

26 de outubro - 17 de novembro

Copa do Mundo Sub-17 da FIFA

Denílson: Brasil errou em confiança exagerada na final de 2005

  • Brasil e México decidem título mundial sub-17 depois de 14 anos
  • Mexicanos venceram em 2005 e ostentam retrospecto positivo
  • Denílson, capitão brasileiro de 2005, comenta a final para o FIFA.com

A rivalidade entre Brasil e México se intensificou nos últimos 20 anos, com três decisões internacionais, incluindo a Copa do Mundo Sub-17 da FIFA de 2005. Em comum entre elas, três vitórias mexicanas sobre os sul-americanos. Esse retrospecto estará em jogo neste domingo quando as duas nações decidem o título do Mundial Sub-17 de 2019, em Brasília.

O México conquistou o primeiro de seus dois títulos mundiais na categoria em 2005, no Peru, justamente em uma final contra o Brasil. A vitória por 3 a 0 no Estádio Nacional de Lima teve gols de Carlos Vela, Omar Esparza e Ever Guzmán.

O FIFA.com conversou sobre aquela partida com Denílson, capitão da Seleção na final de 2005. O meio-campo apresentou uma versão interessante sobre a frustração brasileira.

"Quando a gente se classificou para a final soube que iria enfrentar o México. Respeitávamos eles, mas certos times, certos jogadores, pensam que já está ganho. Com a gente foi mais ou menos dessa forma. A gente sabia que precisava jogar e lutar, mas na nossa mente pensamos que estava ganho. Aconteceu ao contrário."

"O Giovani (dos Santos) fez a diferença. Saiu o primeiro gol do Carlos Vela e mexeu com nosso emocional. Depois do segundo gol deles nosso time se perdeu totalmente", relembrou Denílson sobre a vantagem mexicana por 2 a 0 ainda no primeiro tempo. "O México era uma equipe aguerrida, mereceu ganhar."

FIFA U-17 World Championship Final Peru 2005, Final: Brazil - Mexico
© Action Images

Aquela foi a última aparição do Brasil em uma final de Mundial Sub-17, antes da decisão de 2019. O time de 2005 contava com nomes que atingiram sucesso como profissional, como Marcelo, do Real Madrid, e Anderson, ex-Manchester United.

Por sua vez, Denílson foi contratado um ano depois pelo Arsenal. No clube de Londres teve a oportunidade de conviver com o mexicano Vela, seu adversário na decisão do Peru. Os colegas 'Gunners' costumavam relembrar a final. "Conversamos, na brincadeira, sempre com esportividade. Foi bom ter convivido com ele."

Desta vez Denílson se prepara para torcer pela televisão. "Vi só o jogo contra a Itália nas quartas. Mas quando vi que a final seria contra o México logo fiquei pensando em 2005. Vou assistir à final desse domingo com meu filho e minha esposa."

Hector Herrera of Mexico and Marcelo of Brazil in 2012  Men's Olympic Football Final - Brazil v Mexico
© Getty Images

🏆 Outras finais

Copa das Confederações 1999
Mais de 110 mil pessoas lotaram o Estádio Azteca para uma final épica. O Brasil tinha nomes como Ronaldinho, Dida, Alex e Zé Roberto. Mas pesou a qualidade da equipe de Cuauhtemoc Blanco, que marcou um dos gols do México na vitória por 4 a 3. Miguel Zepeda, duas vezes, e José Manuel Abundis também anotaram. Serginho, Roni e Zé Roberto descontaram para os brasileiros.

Jogos Olímpicos 2012
O mítico Estádio de Wembley recebeu a final do torneio olímpico de 2012, com favoritismo do Brasil de Neymar, Marcelo e Thiago Silva. Mas foi a estrela de Oribe Peralta que brilhou na vitória por 2 a 1. O mexicano marcou duas vezes e assegurou o ouro inédito para seu país. Hulk anotou o gol brasileiro.

⚽ Mundial Sub-17

2009 e 2013
Depois da final de 2005, os adversários se encontraram mais duas vezes no torneio. Em 2009, o México venceu o confronto da fase de grupos por 1 a 0, gol de Miguel Basulto. Já em 2013, os mexicanos levaram a melhor nas quartas de final, com triunfo nos pênaltis após empate por 1 a 1 (gols de Iván Ochoa e Nathan).

Explore esse tópico

Matérias recomendadas