Copa do Mundo da FIFA Sub-17 Brasil 2019™

Copa do Mundo da FIFA Sub-17 Brasil 2019™

26 de outubro - 17 de novembro

Copa do Mundo Sub-17 da FIFA

Brasil conquista o Mundial Sub-17 pela quarta vez

 Luan Patrick of Brazil poses
© Getty Images
  • Torneio teve uma final eletrizante na cidade de Brasília
  • Brasil se torna o segundo anfitrião a erguer a taça diante da sua torcida
  • A França terminou em terceiro com três gols de Kalimuendo-Muinga

O último dia de jogos da Copa do Mundo Sub-17 da FIFA Brasil 2019™ se encerrou com o Brasil erguendo a taça de campeão no Estádio Bezerrão, em Brasília.

A Seleção comemorou o tetracampeonato mundial na categoria após uma emocionante vitória de 2 a 1 sobre o México na final. O último título sub-17 brasileiro era de 2003, e o país agora conta com apenas um a menos que a recordista Nigéria. Com o triunfo, o Brasil também se tornou apenas o segundo país-sede a vencer a competição diante da sua própria torcida — curiosamente, o primeiro foi o México, em 2011.

Pela segunda vez seguida, Lázaro saiu do banco para se consagrar como o herói da equipe canarinho. Na semifinal de quinta-feira, foi ele quem selou a virada contra a França com um gol marcado aos 44 minutos do segundo tempo. Hoje, o camisa 20 deixou para ainda mais tarde. Os mexicanos saíram na frente com Bryan González, que superou o goleiro Matheus Donelli, eleito o melhor da competição, com um cabeceio direcionado de maneira soberba aos 21 da etapa complementar. Dezoito minutos mais tarde, Kaio Jorge empatou cobrando pênalti e, já nos acréscimos, Lázaro finalizou de voleio para garantir o troféu para os donos da casa.

Na decisão do terceiro lugar, a França contou com três gols de Arnaud Kalimuendo-Muinga para vencer os Países Baixos e conquistar a medalha de bronze. As duas equipes tiveram a volta dos seus capitães, que não haviam participado das semifinais. Dono da braçadeira holandesa, Kenneth Taylor ajudou no gol de abertura da partida, desviando um passe por cima da defesa francesa para deixar Mohamed Taabouni na cara do gol. O capitão francês Lucien Agoumé respondeu sete minutos mais tarde, com uma bola enfiada que acabou levando ao primeiro gol de Kalimuendo-Muinga. O jovem revelado pelo Paris Saint-Germain marcou mais dois no segundo tempo.

📅 Resultados

Final 
México 1 x 2 Brasil  

Decisão do terceiro lugar 
Países Baixos 1 x 3 França

📌 Momentos memoráveis

O gol que quase não foi 
O gol de pênalti de Kaio Jorge aos 39 minutos do segundo tempo reacendeu os ânimos da equipe e da torcida brasileiras, mas ele quase não aconteceu por dois motivos. A falta cometida por Alejandro Gómez em cima de Gabriel Veron dentro da área inicialmente não foi apitada, mas acabou sendo revista pelo VAR. Em seguida, o chute do camisa 9 do Brasil não enganou o goleiro Eduardo García, que chegou a ter uma mão na bola. Mas a mira e a força de Kaio Jorge foram suficientes para que ela acabasse no fundo das redes.

Sem chances no primeiro tempo 
A incansável defesa do México teve um papel preponderante durante toda a campanha. A equipe chegou à final sem ter sofrido nenhum gol no primeiro tempo das suas partidas, e manteve a escrita neste domingo no Bezerrão. Bombardeados pelos jovens craques Gabriel Veron e Kaio Jorge, o capitão Eugenio Pizzuto e a seleção mexicana fizeram o suficiente para impedir o gol que os brasileiros buscaram na etapa inicial, mantendo o empate e até saindo na frente no segundo tempo, antes de sucumbirem à derrota.

Ataque francês dá show 
Arnaud Kalimuendo-Muinga se tornou o segundo jogador francês a sair de campo com três gols em uma mesma partida neste Mundial, ao lado de Nathanaël Mbuku, que conseguiu o feito nas oitavas de final. Nenhuma outra equipe ostenta dois atletas com três gols na mesma súmula. O ataque francês certamente foi um dos melhores da competição, tendo goleado Austrália (4x0) e Espanha (6x1) a caminho da semifinal perdida diante do Brasil.

📱 Siga o Mundial Brasil 2019

Twitter | Facebook | Instagram

Explore esse tópico

Matérias recomendadas