Finalistas da Copa Africana disparam
© Getty Images

A edição de fevereiro do Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola foi dominada pelas equipes que disputaram – e foram bem – na Copa Africana de Nações, na África do Sul. Por chegar a seu terceiro título da competição, a Nigéria não só encerrou um jejum de 19 anos, como subiu 22 posições e agora aparece no 30º lugar – sua melhor classificação desde agosto de 2010. Por sua vez, a vice-campeã Burkina Faso assistiu a uma impressionante ascensão de 37 colocações e é 55ª. Os sul-africanos também melhoraram: subiram 25 lugares e vêm em 60º.

Já a Costa do Marfim alcançou sua melhor classificação na história, a 12ª posição – e isso mesmo chegando ao torneio como vice-campeã e sendo eliminada logo nas quartas de final. Porém, os Elefantes não conseguiram entrar para os dez primeiros da lista, na qual a Espanha segue inabalável como líder, à frente da Alemanha e da Argentina, segunda e terceira colocadas assim como na edição anterior da classificação. Com a vitória em casa sobre o Brasil, a Inglaterra subiu duas posições e agora completa os quatro primeiros. Já os anfitriões da próxima Copa do Mundo da FIFA seguem longe do grupo dos primeiros, em 18º.

A primeira rodada da última fase das eliminatórias da CONCACAF para o Brasil 2014 resultou em ascensões para quase todas as seleções participantes. Panamá (42º, mais quatro posições), Honduras (51ª, mais oito), Costa Rica (53ª, mais 13) e Jamaica (56ª, mais duas) voltaram a progredir na lista. Entre os envolvidos nesses jogos, somente os Estados Unidos (32º, menos quatro) caíram na classificação. Campeão olímpico, o México permanece no 15º lugar, apesar do empate sem gols no Estádio Azteca com os jamaicanos.

Para completar, a Venezuela (45ª, mais dez colocações) voltou aos 50 primeiros, onde agora figuram todos os dez selecionados da CONMEBOL.

O próximo Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola será publicado no dia 14 de março de 2013.