O cartaz oficial da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 foi apresentado nesta quarta-feira, 30 de janeiro de 2013, no Rio de Janeiro. A peça, desenhada pela agência de criação brasileira Crama, foi escolhida entre três concorrentes por uma comissão julgadora de alto nível. O cartaz é um poderoso recurso visual que representará o Brasil e a competição ao longo do tempo até 2014.

A criação retrata a beleza e a diversidade do Brasil por meio de um desenho colorido, emotivo e vibrante. O conceito criativo por trás do cartaz ("Todo um país a serviço do futebol – Brasil e futebol, uma identidade compartilhada") foi o que inspirou a Crama a pensar no desenho vencedor. Isso fica evidente em toda a peça, principalmente no detalhe das pernas dos jogadores disputando a bola e revelando ao mesmo tempo o mapa do Brasil.

"O cartaz oficial é um passo importante para apresentar o Brasil e a Copa do Mundo da FIFA tanto no próprio país-sede quanto no exterior. É importante passar a imagem de uma nação que é moderna, inovadora, sustentável, feliz, unida e, é claro, apaixonada pelo futebol", explicou o ex-craque Ronaldo, integrante do Conselho de Administração do Comitê Organizador Local (COL) e também da comissão julgadora dos cartazes.

A rica natureza do Brasil é retratada por meio de cores vivas e figuras fluidas, que representam a flora e a fauna do país e dão ao desenho um visual e um ar tropical. Além disso, as inconfundíveis características da cultura brasileira e as atrações turísticas do país se combinam harmonicamente, exibindo todos os aspectos de uma nação que estará no centro das atenções quando a Copa do Mundo da FIFA 2014 começar e o mundo inteiro voltar seus olhos para o Brasil.

O desenho ganhador foi escolhido por uma comissão julgadora formada pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, pelo secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, pelo presidente do COL, José Maria Marin, pelo artista plástico Romero Britto, e por Ronaldo e Bebeto, integrantes do conselho do COL.

Agências de criação instaladas no Brasil foram convidadas a enviar seus desenhos até outubro de 2012. A totalidade das peças foi reduzida a três, segundo sua qualidade e as restrições de propriedade intelectual. A seguir, os finalistas foram apresentados individualmente para a decisão da comissão julgadora. Pediu-se à banca que avaliasse cada criação com base nos seguintes critérios: sua impressão geral; a que ponto ela representava o espírito brasileiro; se ela ilustrava bem a conexão entre o Brasil e a Copa do Mundo da FIFA; sua criatividade e desenho artístico; e sua originalidade. A arte com maior pontuação foi considerada a vencedora.