Colômbia fatura o tri em dia de definições
© AFP

A Colômbia conquistou neste domingo seu terceiro título do Campeonato Sul-Americano Sub-20, que em 2013 foi disputado na Argentina. A última partida da competição colocou frente a frente os líderes do hexagonal decisivo. Precisando da vitória para superar o Paraguai na tabela, os colombianos venceram por 2 a 1 e terminaram a fase final com 12 pontos, dois a mais que os rivais.

Foi a terceira taça para a Colômbia no Sul-Americano, a primeira fora de casa. Antes, havia triunfado nas edições de 1987 e 2005. As duas seleções já haviam se garantido na Copa do Mundo Sub-20 da FIFA Turquia 2013, mas não faltou emoção durante a partida. Juan Quintero abriu o placar para os cafeteros no primeiro tempo e Jherson Vergara ampliou no início do segundo. O Paraguai ainda pressionou e descontou com Jorge Rojas no final, mas era tarde para o empate que lhe daria o título.

Os outros classificados
A última rodada do Sul-Americano também assegurou a ida de Uruguai e Chile para o principal torneio de seleções da categoria. A Celeste garantiu a sua vaga com uma vitória simples sobre o Equador, enquanto o Chile se livrou da ameaça peruana graças a um empate por 1 a 1, em Mendoza.

O Uruguai garantiu a sua participação no Mundial com um gol relâmpago no primeiro tempo. Logo aos seis minutos, López aproveitou o passe de Gonzalo Bueno e estufou as redes. O resultado deixou o Equador sem nenhum ponto no hexagonal final e levou a Celeste aos nove, concretizando a sua classificação entre os primeiros colocados.

Ao contrário do que se viu na partida anterior, o Chile precisou suar a camisa para ir ao Mundial. O Peru abriu a contagem aos sete minutos da etapa inicial, com Flóres. O empate só veio aos 34 do primeiro tempo, em finalização de Rabello para o gol. Com o ponto somado, a Roja foi para os sete e ficou com a quarta posição. Já o Peru chegou aos cinco e não saiu da quinta posição.

A Copa do Mundo Sub-20 da FIFA 2013 será disputado entre 21 de junho e 13 de julho na Turquia. No Sul-Americano, apenas os quatro primeiros do hexagonal final garantiram o direito de disputá-la. Vale lembrar que Brasil e Argentina foram eliminados de forma surpreendente ainda na primeira fase.