Seleção leva gol no final e perde a primeira
© AFP

Assim como a anfitriã Argentina, a Seleção Brasileira segue sem vencer no Sul-Americano Sub-20, num início surpreendente para a competição. Depois de empatar em 1 a 1 na estreia contra o Equador, o Brasil encarou o Uruguai no estádio Bicentenário, chegou a buscar o empate depois de estar perdendo por dois gols de diferença, mas acabou levando um gol já nos acréscimos, perdendo por 3 a 2.

Único atacante de ofício no time titular, o são-paulino Ademílson recebeu bom lançamento na ponta direita, dominou já limpando o marcador, mas acabou batendo fraco, direto nas mãos do goleiro Matías Cubero, aos cinco minutos. No contra-ataque, o Uruguai foi mais efetivo.  Aproveitando sobra da zaga, Diego Laxalt bateu forte para vencer Luiz Gustavo, que ainda tocou na bola.

Logo no primeiro lance do segundo tempo, o lateral esquerdo Mansur, do Vitória, cometeu pênalti em Renato César e foi punido com cartão amarelo. Na cobrança, Diego Rolan bateu firme pelo alto e aumentou a vantagem uruguaia em San Juan. 

O técnico Émerson Ávila sacou, então, o volante gremista Misael e lançou Rafinha Alcântara, jogador do Barcelona. Aos 25 minutos, a Seleção voltou a respirar na partida quando o meia Fred, do Internacional, cobrou falta na entrada da pequena área e o goleiro Cubero não conseguiu segurar após choque com o botafoguense Doria e mandou para o próprio gol. No lance seguinte, Mansur mandou arremesso lateral na área, Mattheus desviou no primeiro pau e Marcos Junio soltou o pé para empatar.

O veloz atacante do Fluminense ainda teve a maior chance para virar a partida para a Seleção. Depois de pancada de fora da área que explodiu na trave esquerda de Cubero, o camisa 11 tentou bater de primeira para o gol vazio, mas acabou finalizando para fora.

Se não era o ideal, o empate pelo menos aliviava a pressão para cima dos garotos brasileiros, mas, já nos acréscimos, Laxalt fez fila pela esquerda e acertou ótimo passe nas costas da defesa para López tocar na saída de Luiz Gustavo e sacramentar a vitória.

Na próxima rodada, a terceira do Sul-Americano, o Brasil não entrará em campo, voltando na quarta rodada para pegar a Venezuela, quarta-feira, enquanto o Uruguai tentará emplacar a segunda vitória na competição continental diante do Equador, que empatou com os canarinhos na partida de abertura do Grupo B.