Canadá
© Getty Images

Ontem
Embora o Canadá tenha se classificado para todas as edições da Copa do Mundo Feminina Sub-20 da FIFA à exceção de uma, o retrospecto recente do país na competição é definitivamente pouco impressionante. As canadenses não passaram da fase de grupos das últimas três competições que disputaram e nem conseguiram se classificar para o Mundial de 2010. Por outro lado, o fato de que sua melhor campanha tenha acontecido justo quando sediou o torneio na vez anterior, em 2002, pode ser alentador. Na ocasião, o selecionado anfitrião chegou à final, perdendo para os EUA por 1 a 0 na prorrogação diante de um público de 48 mil pessoas. Dar o último passo nessa caminhada será o objetivo em 2014.

Hoje
Sem eliminatórias para disputar, já que assegurou sua participação como anfitrião, o Canadá vem se preparando para o Mundial com diversas concentrações e amistosos. Talvez o período mais significativo e animador tenha sido entre julho e agosto do ano passado, quando o selecionado voltou invicto de uma excursão ao norte da Europa. Vitórias sobre a seleção sub-20 da Noruega e o time profissional do Ballerup-Skovlunde, e um empate em 1 a 1 com a Dinamarca foi um bom sinal para o futuro. De lá para cá, o conjunto deu sequência a sua preparação.

Amanhã
São altas as expectativas de uma boa apresentação canadense no Mundial do próximo mês de agosto, mas o técnico Andrew Olivieri, ex-goleiro da seleção masculina principal, afirma que está com os olhos voltados para a Copa do Mundo Feminina da FIFA do ano que vem e para o que vier depois. "O principal objetivo de todo nosso programa de formação de jovens é preparar jogadoras do mais alto nível para a seleção principal. Sabemos que temos atletas nesta equipe sub-20 e neste programa que ainda jogarão por ela. Nosso foco principal continua sendo oferecer a elas a melhor experiência possível para que triunfem no nível mais alto."