Nigéria
© Getty Images

Ontem
A Nigéria é uma das quatro seleções (as outras são Brasil, Alemanha e Estados Unidos) que participaram de todas as Copas do Mundo Femininas Sub-20 da FIFA. Depois de não conseguir se classificar para os mata-matas nas suas duas primeiras participações, as nigerianas chegaram às quartas de final em 2006 e 2008, mas perderam para Brasil e França, respectivamente. A maioridade chegou nos últimos dois torneios: em ambos, atingiram as semifinais. Na Alemanha 2010 só perderam um jogo — na final, levaram 2 a 0 das anfitriãs, que conseguiram o seu segundo título mundial. Dois anos depois, as africanas lideraram a sua chave, bateram o México nas quartas, mas perderam dos Estados Unidos nas semifinais. Enquanto as norte-americanas sagraram-se campeãs do mundo, a Nigéria foi derrotada na decisão do terceiro lugar pelo Japão por 2 a 1.

Hoje
A Nigéria tem uma das equipes mais experientes do Mundial do Canadá. Várias jogadoras escaladas durante as eliminatórias têm experiência em diversas competições pelo mundo. Ao menos 12 atletas que representaram o país no Mundial Sub-17 do Azerbaijão, há dois anos, estão na briga por um lugar no plantel do Canadá 2014. A estrela da equipe, Uchechi Sunday, representou o país na Copa do Mundo Feminina da FIFA 2011 e esteve no elenco sub-20 da Nigéria vice-campeão da categoria em 2010. Quatro jogadoras da seleção sub-20 de 2012 também podem viajar ao Canadá agora. "Esta equipe está junta há um bom tempo e se entende bem", disse o técnico Peter Dedevbo, que comandou a seleção sub-17 no Azerbaijão 2012 e promoveu de categoria várias comandadas suas.

Amanhã
Muitas jogadoras das divisões de base já defenderam a seleção principal, e apenas cinco das 23 convocadas para a Copa do Mundo Feminina da FIFA Alemanha 2011 nunca haviam jogado Mundiais Sub-17 ou Sub-20. Dedevbo, que também treina o Delta Queens, campeão nigeriano, está otimista quanto ao futuro do futebol feminino do país. "Somos muito fortes no futebol feminino de base porque temos um ótimo programa para descobrir talentos. Temos competições para elas, o que as incentiva a jogar e a crescer." Ele tem grande confiança na safra atual. "Esta seleção sub-20 é a menina dos olhos da federação, que gosta muito da equipe. Ela dá grande apoio porque sabe que estas meninas podem ir longe."