Jogos

11/10/2008
0:4 (0:0)
  • Patrick NORA (26'28" 33'23")
  • Marcio FORTE (31'33" 39'53")

Crônica

Itália supera os ucranianos por 4-0 no Grupo E
Nora e Forte marcaram dois cada um na boa atuação dos vice-campeões mundiais na segunda fase da competição.  Mais »

Escalação

1
1
4
4
8
11
9
13
13
14

Reserva(s)

12
12
2
2
3
3
5
6
7
7
10
8
11
10
6
5
14
9

Técnicos

Gennadiy LISENCHUK (UKR)
(ITA) Alessandro NUCCORINI

Oficiais

Árbitro: ROJAS Hector (PER)Segundo árbitro: VALIENTE Nestor (PAR)Terceiro árbitro: GHIBAUDI Sergio (ARG)Cronometrista: LOPEZ Fabian (COL)

Estatísticas

19Chutes31
7Escanteios9
0Cartões Amarelos2
1Expulsão por 2º cartão amarelo0
0Cartões Vermelhos0
57%Posse (%)43%
  • Ukraine's players look dejected after losing to Italy at the FIFA Futsal World Cup in Rio de Janeiro, October 11 2008.
  • Ukraine's Yevgen Rogachov vies the ball with Italy's Adriano Foglia at the FIFA Futsal World Cup
  • Italy's Patrick Nora celebrates after defeating Ukraine at the FIFA Futsal World Cup
  • Italy's Patrick Nora celebrates after scoring against Ukraine at the FIFA Futsal World Cup
  • Italy's Marcio Forte celebrates after scoring against Ukraine at the FIFA Futsal World Cup
  • Italy's Marcio Forte celebrates after scoring against Ukraine at the FIFA Futsal World Cup
"Hoje ganhamos graças à nossa defesa e por termos trabalhado bem a bola parada. O resultado final engana. Gostaria também de reconhecer o esforço dos jogadores ucranianos, já que a partida foi muito equilibrada. Contra o Brasil será mais difícil ainda, mas devemos nos esforçar um pouco mais se quisermos chegar às semifinais." Alessandro Nuccorini, técnico da Itália.

"Parabenizo a Itália pela vitória em um confronto muito disputado, que poderia ser vencido por qualquer dos times. Depois do primeiro gol, tivemos de mudar de tática, e eles se aproveitaram bem disso. Contra o Irã será outra partida complicada, mas vamos tentar ganhar para seguir na disputa." Gennadiy Lisenchuk, técnico da Ucrânia.