Festa da Roma, decepção para Arsenal
© AFP

Uma série de números favoráveis para a Roma e seu camisa 10, Francesco Totti, a invencibilidade do Bayern de Munique no Campeonato Alemão e o constrangimento do Arsenal são os destaques da análise estatística do FIFA.com nesta semana, que também traz a nova tendência da Austrália.

28

anos depois de ser eliminado de ambas as copas inglesas por adversários de divisões inferiores, o Arsenal voltou a viver a mesma situação no fim de semana. Em 1984/85, o time londrino era primeiro colocado do campeonato nacional, mas foi derrotado pelo Oxford United, da segundona, por 3 a 2, na terceira fase da Copa da Liga. Mais tarde, naquele mesmo ano, a equipe então comandada por Don Howe perdeu fora de casa pelo placar mínimo para o York na quarta fase da Copa da Inglaterra. Agora, porém, o Arsenal sustentava uma invencibilidade de 34 partidas em seu estádio nesta competição – até receber o Blackburn Rovers, também da segunda divisão, e cair por 1 a 0. Foi a primeira vez que o clube da capital britânica perdeu para um time de uma categoria inferior nos 17 anos em que Arsène Wenger está no comando. Por outro lado, o Arsenal se tornou o oitavo clube da Premier League a ser eliminado da copa nacional por um adversário de uma divisão menor nesta temporada.

16

jogos sofrendo ao menos um gol era a dura marca que a Roma sustentava em duelos contra a Juventus – e que foi encerrada neste final de semana, na vitória por 1 a 0 do clube da capital sobre o time de Turim, a primeira em sete partidas diante do mesmo adversário pelo Campeonato Italiano. O resultado deste sábado também impôs à poderosa Juve apenas sua segunda derrota em 31 compromissos fora de casa, e a primeira no Estádio Olímpico desde fevereiro de 2004. O forte chute de longa distância de Francesco Totti, que deu números finais ao encontro, foi seu primeiro gol sobre a Velha Senhora na casa da Roma desde 2007, mas o décimo que ele marcou na meta de Gianluigi Buffon nos últimos nove encontros entre ambos. Com isso, o emblemático capitão da equipe aurirrubra chegou aos 224 gols na primeira divisão italiana e ficou a apenas um do sueco Gunnar Nordahl, segundo maior artilheiro da competição – o líder é Silvio Piola, com 274. Além disso, com o triunfo, a Roma chegou ao feito de balançar a rede ao menos uma vez em todos os últimos 32 jogos em casa pelo campeonato nacional.

6

das últimas nove edições do Campeonato de Antígua e Barbuda terminaram com o Hoppers como vice-campeão. O clube, que nunca ganhou a competição, pareceu bem perto da taça desta vez, mas tropeços inesperados nos dois últimos compromissos em casa o deixaram precisando de uma vitória longe de sua torcida diante do líder e atual campeão Old Road na última rodada. No fim, apesar de ser pressionado durante o encontro, o Old Road ficou no 1 a 1 e defendeu seu título com sucesso.

4

horas. Este é o impressionante tempo que o Bayern de Munique chegou a acumular sem receber um único chute a sua meta no Campeonato Alemão até que o brasileiro Diego, do Wolfsburg, obrigou Manuel Neuer a fazer uma defesa aos 32 minutos do encontro entre ambas as equipes na última sexta-feira. No fim, porém, o goleiro da seleção alemã chegou ao quinto jogo consecutivo sem sofrer gols, já que seu time venceu por 2 a 0, e até agora só foi buscar a bola no fundo da rede em sete ocasiões nos 22 compromissos do clube bávaro no torneio nacional. Neuer também chegou aos 519 minutos sem ter a meta vazada na competição e se aproxima do recorde de Timo Hildebrand – 884 minutos pelo Stuttgart em 2003/04. O atacante do Bayern Mario Mandzukic marcou um belo gol de bicicleta contra seu ex-clube e chegou a seis gols em cinco partidas – e 15 em 19 ao todo. Com isso, empatou com Stefan Kiessling na artilharia. Para completar os marcos da rodada, Max Mayer, do Schalke 04, se tornou o nono jogador mais jovem a entrar em campo na primeira divisão alemã, com apenas 17 anos e 151 dias.

2

é o número de gols que o time vitorioso marcou em cada uma das últimas oito partidas do Campeonato Australiano. Cinco delas terminaram em 2 a 1 e as outras três, em 2 a 0. Entre as equipes triunfantes estava o Sydney, que foi humilhado pelo Central Coast Mariners no início da temporada com um 7 a 2. O clube da cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2000 contou com a boa fase do italiano Alessandro del Piero para derrotar o Adelaide United por 2 a 1 no sábado, chegando à quinta vitória consecutiva em casa e superando sua melhor marca, que datava de 2006. O resultado também permitiu ao clube do técnico Frank Farina subir na tabela e terminar a rodada na quinta colocação, com grandes chances de se classificar para as fases decisivas do torneio.