Parabéns a você!
© Getty Images

O FIFA.com parabeniza grandes nomes do futebol mundial que comemoram aniversário na semana que se inicia. Entre eles estão o italiano Gennaro Gattuso e o croata Robert Prosinecki.

06/01 — Andy Carroll (24) colocou seu nome entre os grandes ao defender a Inglaterra na Euro 2012, oportunidade na qual marcou um gol em três partidas disputadas. Em 2013, o jovem busca mais uma vez a vaga na seleção inglesa, agora para participar das eliminatórias rumo à Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Iniciou a carreira no Newcastle, onde viveu altos e baixos, como a queda para a segunda divisão e o retorno à elite na temporada seguinte. Durante os quatro anos de St. James' Park, passou uma temporada no Preston por empréstimo. No meio da temporada passada, assinou contrato com o Liverpool, clube com o qual faturou a Copa da Liga. Atualmente, está emprestado ao West Ham a fim de obter mais tempo de jogo.

07/01 — Kaïs Ghodhbane (37) contribuiu para o retorno da Tunísia à Copa do Mundo da FIFA, em 1998, feito que abriria caminho para a classificação tunisiana também para as edições de Coreia/Japão 2002 e Alemanha 2006. Ghodhbane disputou ainda o Torneio Olímpico de Futebol em Atlanta 1996 e a Copa das Confederações da FIFA 2005. Esteve presente em seis edições consecutivas da Copa Africana de Nações, ficando com o vice-campeonato em 1996 e sagrando-se campeão em 2004, quando o torneio foi realizado diante de sua torcida. Foi revelado pelo Étoile du Sahel, com quem colecionou diversos títulos nacionais e internacionais. Em seguida, transferiu-se para o futebol turco, onde defendeu Diyarbakirspor, Samsunspor e Konyaspor antes de retornar ao clube onde tudo começou, pendurando as chuteiras por lá.

08/01 — Hanna Ljungberg (34) é uma das maiores goleadoras da história do futebol sueco. Disputou três edições consecutivas da Copa do Mundo Feminina da FIFA, ficando em segundo lugar nos Estados Unidos 2003. Participou também de três Olimpíadas seguidas. Com a camisa do Umea, estabeleceu um currículo impressionante, conquistando o tricampeonato sueco, o tetracampeonato da Copa da Suécia e o bicampeonato da Supercopa da Suécia, além da Liga das Campeãs da UEFA, competição da qual foi finalista em três oportunidades. No plano individual, foi artilheira do Campeonato Sueco em uma ocasião e da Liga das Campeãs da UEFA duas vezes. Recentemente, assumiu o cargo de auxiliar técnica da equipe onde fez história.

09/01 — Gennaro Gattuso (35) foi peça fundamental no título da Copa do Mundo da FIFA conquistado pela Itália em 2006, participando de todas as partidas disputadas pela Squadra Azzurra em solo alemão. Quatro anos mais tarde, no entanto, esteve presente em apenas um jogo antes da eliminação italiana, já na primeira fase. Disputou a Copa das Confederações da FIFA 2009 e duas edições da Euro. Mais jovem, conquistou a Euro Sub-21 no ano 2000. Deu seus primeiros chutes com a camisa do Perugia, transferindo-se de lá para o Glasgow Rangers e, mais tarde, para a Salernitana. Mas foi a ida para o Milan que representou uma verdadeira guinada em sua carreira. Pelo clube da Lombardia, sagrou-se bicampeão italiano, da Supercopa da Itália, da Liga dos Campeões da UEFA e da Supercopa da Europa, e campeão da Copa da Itália e da Copa do Mundo de Clubes da FIFA 2007. Após queda de ritmo, acabou assinando com o Sion no início da temporada.

10/01 — Edu (34) deixou sua marca nos dois lados do Atlântico. Após ser revelado pelo São Paulo, passou quatro temporadas no Celta de Vigo. De lá, transferiu-se para o Betis, clube com o qual conquistou a Copa do Rei. Após cinco anos no futebol espanhol, retornou ao Brasil para defender Internacional e Vitória. Na temporada passada, atuou pelo americano Colorado Rapids. Disputou o Torneio Olímpico de Futebol em Sydney 2000 e foi convocado uma vez para a seleção principal.

11/01 — Emile Heskey (35) está entre os melhores atacantes ingleses da última década. Com a seleção de seu país, disputou a Copa do Mundo da FIFA em duas oportunidades: Coreia/Japão 2002 e África do Sul 2010, jogando todas as partidas da Inglaterra em ambas as oportunidades. Esteve presente também nas Euros 2000 e 2004. Começou a se destacar com as cores do Leicester City, clube com o qual foi bicampeão da Copa da Liga. Já pelo Liverpool, ampliou o currículo com a conquista da Copa da Inglaterra, de duas Copas da Liga e de um Community Shield (disputa entre os campeões da Premier League e da Copa da Inglaterra), além da Copa da UEFA e da Supercopa da Europa. Após a brilhante passagem por Anfield, defendeu Birmingham, Wigan e Aston Villa. No último verão europeu, transferiu-se para o australiano Newcastle Jets.

12/01 — Robert Prosinecki (44) é um ícone do futebol croata e iugoslavo. Contribuiu ativamente para a conquista da Copa do Mundo Sub-20 da FIFA Chile 1987 e para o vice-campeonato da Euro Sub-21, dois anos mais tarde. Naquela mesma temporada, foi convocado para defender a Iugoslávia na Copa do Mundo da FIFA Itália 1990. Mais tarde, ajudou a Croácia a se classificar pela primeira vez tanto para a Euro, em 1996, quanto para a Copa do Mundo da FIFA, em 1998. Em solo francês, os croatas foram a grande surpresa, ficando com a terceira colocação. Prosinecki disputaria seu último Mundial em 2002. Iniciou a carreira pelo Dínamo de Zagreb, de onde saiu rumo ao Estrela Vermelha de Belgrado. Com o clube da capital, faturou o tricampeonato nacional, a Copa da Iugoslávia e, em 1991, a Copa dos Campeões da Europa (antigo nome da Liga dos Campeões), em final contra o Olympique de Marselha. Longe de seu país natal, foi um dos primeiros jogadores a ousarem vestir a camisa dos dois gigantes do futebol espanhol. Pelo Real Madrid, venceu a Copa e a Supercopa da Espanha. Após passagem pelo Real Oviedo, assinou contrato com o Barcelona, onde mais uma vez abocanhou a Supercopa da Espanha. Em seguida, passou uma temporada no Sevilla antes de defender o Croatia Zagreb, com quem foi tricampeão croata e onde conquistou a Copa e a Supercopa da Croácia. Seguindo sua peregrinação pela Europa, atuou por Standard de Liège, Portsmouth e Olimpija de Ljubljana, vencendo com este último a Copa da Eslovênia. Pendurou as chuteiras no NK Zagreb. Como treinador, faturou a Copa da Sérvia à frente do Estrela Vermelha de Belgrado. No fim de 2012, foi contratado para comandar o turco Kayserispor.