As frases da semana
© AFP

O anúncio dos três candidatos à Bola de Ouro da FIFA 2012, a troca de comando na Seleção Brasileira e a visita da delegação da FIFA aos últimos estádios no Brasil estiveram em foco ao longo da semana. O FIFA.com reúne aqui as melhores declarações do período.

"Acho que o Messi e o Cristiano Ronaldo estão ainda bastante à frente do Iniesta, que é um excelente jogador e merece estar nessa lista. Acho que em algum momento o Cristiano Ronaldo vai ganhar a Bola de Ouro (outra vez). Ele é um jogador fantástico. Mas eu ainda acho que o Messi está um pequeno degrau acima do Cristiano Ronaldo. Veremos no dia 7 de janeiro", Ronaldo, sobre os três finalistas à Bola de Ouro FIFA 2012

"Acho que, nessa época atual, o Messi e o Cristiano Ronaldo são os únicos que estão realmente brigando por esse título. Na minha época tinha o Zidane concorrendo comigo, o Figo, o Rivaldo, o Ronaldinho Gaúcho, o David Beckham... Era uma lista de dez prováveis vencedores, e se qualquer um ganhasse seria justo. Mas eu acho justo que o Messi esteja ganhando todos esses prêmios, e eu não tenho nenhum problema de vaidade ou de inveja que ele me supere. Desejo a ele toda a sorte do mundo, estaremos aqui assistindo ao futebol dele, porque é realmente maravilhoso", Ronaldo, comparando a eleição de hoje à de seu tempo

"Eu gostaria de ter um time assim, com todos esses jogadores. Realmente são jogadores que se destacaram o ano inteiro em ligas bem competitivas. Essa lista não poderia estar melhor. Gostaria que tivesse alguns outros brasileiros, mas a gente fica contente que tenha pelo menos um representante (Neymar)", Marta, candidata ao prêmio de melhor jogadora do ano, sobre a Seleção Mundial da FIFA FIFPro 2012

"Na minha memória ainda passa um filme, tanto do jogo contra as americanas quanto do contra o Japão. Penso que poderíamos ter feito melhor. Precisamos aprender a jogar esses tipos de partidas, temos que nos entregar 100% em todos os jogos. Sabemos que nos últimos anos a gente acabou deixando escapar a chance de estarmos entre os melhores no ranking, mas temos total capacidade de voltar aos primeiros lugares novamente", Marta, sobre as derrotas para os EUA na Alemanha 2011 e para o Japão em Londres 2012

"Não vamos começar do zero. Vamos pegar na base que já existe e, a partir dela, implementar mais alguma coisa. Queremos ter um ambiente de união para chegarmos à Copa confiantes", Luiz Felipe Scolari, em seu retorno ao comando da Seleção Brasileira após a demissão de Mano Menezes

"Me sinto muito mais motivado, mais em condições [do que em 2002]. Apenas a sequência do trabalho pode repetir o que foi alcançado em 2002. Nós temos a obrigação, sim, de ganharmos o título. Não somos favoritos no momento, mas pretendemos ser durante a competição", Felipão, também durante sua apresentação

"Muita gente falava que era para eu voltar para a Inglaterra. Isso me machucou bastante, porque tinha lutado para vir para cá, e estava quase tudo certo para ir para o Fluminense. Havia passado só alguns meses de minha chegada. Falei para mim mesmo que muita gente ainda iria se arrepender”, Denilson, jogador do São Paulo, sobre as críticas da torcida tricolor em seu retorno ao país

“Todos aqui são muito gratos a eles por tudo o que fizeram, mas infelizmente foram embora. Fiquei um pouco triste, ainda podíamos estar juntos, mas às vezes você tem de mudar de ares, buscar caminhos novos. Mas eles me ajudaram muito no começo aqui, e pude me integrar aos poucos. Hoje venho mostrando meu jogo, a cada dia melhor, e recebendo o carinho", Juan Jesus, zagueiro da Inter de Milão, sobre a saída de jogadores como Julio Cesar, Lúcio e Maicon

"Eu sou fanático pelo United, acompanho o time há muito tempo, desde pequeno. O meu pai também é fanático, e David Beckham é um dos meus maiores ídolos. Como eu era jovem e tinha cabelos claros, pensei obviamente que seria o próximo Beckham, o que é um dos grandes motivos pelos quais continuei torcendo pelo time, e daí em diante esse sentimento só aumentou", Olly Murs, cantor inglês destaque do The X Factor, sobre o fanatismo pelo Manchester United

"Somos apenas um time que não gosta de perder. Todos nós somos muito competitivos, tanto dentro como fora das quatro linhas. Trabalhamos duro, somos talentosos, mas não chamamos muita atenção. Sempre que entramos em campo, damos a vida pelo time", Corey Ashe, lateral esquerdo do Houston Dynamo, sobre a decisão da Major League Soccer, no sábado, contra o LA Galaxy

"A Premier League é uma das melhores competições do mundo e, quando me propuseram vir para cá, a uma equipe que joga um futebol muito bom, com o (Michael) Laudrup como técnico, a ideia me atraiu muito", Miguel Pérez Cuesta, o Michu, revelação do Swansea

"Quando cheguei, encontrei muitos jogadores que não queriam mais atuar pela seleção", lembra. "Mas isso mudou, e jogadores como Youssouf Mulumbu (West Bromwich, da Inglaterra), Bedi Mbenza (Anderlecht, da Bélgica), Cedric Makiadi (Freiburg, da Alemanha) e Cedric Mongongu (Evian, da França) se comprometeram com a causa novamente, e agora todos querem atuar. Eles estão até mesmo incentivando uns aos outros para se integrarem à seleção, e o resultado é que agora podemos contar com jogadores fantásticos", Claude Le Roy, técnico francês da seleção da República Democrática do Congo, prestes a disputar a Copa Africana de Nações pela sétima vez na carreira

“É incrível, numa cidade destas, chegarmos do centro até o estádio em apenas 19 minutos, como fizemos. Tudo funcionou à perfeição. É um grande estádio e, como um todo, um projeto impressionante. São Paulo está de parabéns”, Jérôme Valcke, secretário geral da FIFA, depois da visita à Arena São Paulo

“Este é o último estádio que visitamos neste tour de 2012 e, para mim, é o mais especial. Foi aqui em São Paulo, afinal, que passei os últimos anos da minha carreira esportiva. Então, sei bem a paixão da cidade pelo futebol e o bem que todas essas obras ao redor da arena farão à população”, Ronaldo, ex-jogador do Corinthians, em visita ao estádio

"Felipão e Parreira são dois caras incríveis. Fui campeão com os dois e espero que eles consigam de novo. Boa sorte, amigos", Ronaldo, em sua conta no Twitter

"Não é Zlatan que usa rabo de cavalo… é o rabo de cavalo que tem um ‘zlatantail’. Ele desagia as leis da física. É sensacional", Jamel Debbouze, humorista francês e torcedor do Paris Saint-Germain.