As frases da semana
© Getty Images

A emocionante conquista do Brasil na Copa do Mundo de Futsal da FIFA 2012, o início da contagem regressiva para a Copa do Mundo de Clubes da FIFA Japão 2012 e o Superclássico das Américas estiveram entre os assuntos mais comentados da semana. O FIFA.com reúne as melhores frases do período.

"Francamente, eram as últimas forças que eu tinha. Acho que ambas as equipes já estavam se preparando psicologicamente para os pênaltis. Mas pensei: "Por que não tentar fazer alguma coisa pela última vez?" Graças a Deus deu certo. Quando a bola entrou, fiquei tão emocionado e me senti tão cansado que, para falar a verdade, não sabia o que fazer. Mas então vi minha mulher na arquibancada e tudo o que quis fazer foi ir comemorar com ela", Neto, autor do gol da vitória da Seleção Brasileira sobre a Espanha na final da Copa do Mundo de Futsal da FIFA Tailândia 2012, a 19 segundos do fim da prorrogação

"(A conquista fica) Entre as primeiras da lista, principalmente por conta do que eu vivi nesta Copa do Mundo e do fato de que eu realmente pensei que estava tudo terminado para mim. Só de ter conseguido me recuperar da lesão e dar minha contribuição, mesmo sem jogar muito tempo, isso já a torna muito especial. Afinal, é minha última Copa. Eu queria muito este título", Falcão, um dos herois da conquista do pentacampeonato na Tailândia 2012

"As coisas estavam feias para nós naquela altura. Estávamos perdendo e não faltava muito tempo. Mas foi como uma oportunidade que caiu do céu e eu a agarrei. Também foi um gol importante, porque ganhamos muito mais confiança para o restante da partida", Falcão, ao relembrar o gol que deu ao Brasil o empate em 2 a 2 na decisão contra a Espanha

"Foi uma final dos sonhos e ela mostrou que no futsal é preciso acreditar em si mesmo até o fim", Marcos Sorato, técnico da Seleção Brasileira de futsal

"Teria sido possível um melhor resultado, mas assim é o esporte. Os meus jogadores fizeram todo o possível e sou grato a eles por isso", Venancio López, técnico da seleção da Espanha, derrotada pelo Brasil na final da Copa do Mundo de Futsal da FIFA Tailândia 2012

"O Chelsea era a melhor opção para mim. Era o campeão europeu e joga no Campeonato Inglês, que talvez seja o melhor do mundo. O clube também me deixou claro que sonha alto. Sabia que era o time certo para mim. Quero ganhar os títulos mais importantes do mundo e sinto que aqui posso conseguir isso. Estou muito feliz de ter assinado com o Chelsea", Oscar, meia dos Blues

"É muito importante. É o que permite dizer que você é campeão mundial. O Barcelona levou o torneio muito a sério no ano passado e nós faremos o mesmo. Mas não será fácil. Sei que o Corinthians está muito bem e é um time muito forte, bem organizado. E eles vão estar loucos para ganhar o Mundial, que é importante demais na América do Sul. Por isso, estaremos totalmente preparados para qualquer adversário", Oscar, sobre a expectativa do Chelsea para a Copa do Mundo de Clubes da FIFA Japão 2012

"Estou preocupado em vencer. O mais importante para mim é que estou aqui porque quis. O Chelsea é um grande clube, que me permitirá competir por troféus todos os anos. Sempre disse que estava esperando pela oportunidade certa, que chegou agora", Rafa Benítez, ao ser apresentado como novo técnico do Chelsea, no lugar de Roberto Di Matteo

"A intenção não foi dar a cavada, não. Acabou pegando errado no pé, mas foi um errado que deu muito certo", Fred, atacante do Fluminense, admitindo que teve sorte no lance do gol pela Seleção Brasileira contra a Argentina, pelo Superclássico das Américas

"Eu só prefiro jogar. Não sei qual vai ser o esquema tático e isso não é comigo. Depois o treinador pode ver melhor, mas eu não me importo se estarei como um fixo ou não", Neymar, garantindo que não se importa com possíveis mudanças no sistema de Mano Menezes e afirmando que não tem lugar cativo no time

"Eu vivi momentos incríveis jogando pelo LA Galaxy e queria ter um último desafio antes do final da minha carreira como jogador. Aqui, eu vi a popularidade deste esporte crescer a cada ano", David Beckham, ao anunciar que o duelo contra o Houston Dynamo, pela final da Major League Soccer, será a última de sua carreira

"Percebi que o futebol não é apenas o que ocorre no campo, mas também o que acontece fora dele, e que há pessoas que fazem um trabalho incrível. No meu caso, foi a equipe médica. E acho que toda esta situação deixou claro o fato de que todos devem estar treinados para utilizar este equipamento", Fabrice Muamba, ex-jogador do Bolton Wanderers, que sofreu uma parada cardíaca súbita durante um jogo em março deste ano

"Realmente não há palavras para descrever a emoção que senti no momento. Era uma coisa que eu sempre quis, e agora alcancei um dos meus maiores objetivos. É como vencer a Copa do Mundo e marcar o gol da vitória em Wembley. Tudo foi perfeito, tudo se encaixou do modo certo, e falar sobre isso me dá arrepios até agora. De verdade, é uma sensação das mais incríveis e especiais. Quando inventarem uma palavra para justificá-la, aí sim poderei descrever como é", Greg Rutherford, campeão olímpico no salto em distância em Londres 2012

"Mesmo que ele já tenha ganhado três vezes, para mim ainda é o grande favorito. O Iniesta vem em segundo para recompensar a campanha da Espanha na Eurocopa, mas também porque é um jogador completo e quase tão importante para o Barcelona quanto o Messi. Por fim, coloco o Neymar em terceiro. Ele está brilhando no Campeonato Brasileiro e atingiu um nível que hoje o coloca entre os melhores jogadores do mundo", Anderson Varejão, pivô brasileiro do Cleveland Cavaliers, da NBA

"Acho que Roberto Di Matteo, só pelo que ele fez para levar o Chelsea ao título da Liga dos Campeões com um time que não necessariamente era o melhor da Europa, mas usando uma das táticas mais fortes. E a outra é uma resposta óbvia: como podemos não passar por Lionel Messi? É fantástico vê-lo jogar, seja o que for que ele fizer – driblar, marcar um gol ou dar um passe decisivo do nada. Ele é simplesmente o melhor jogador do mundo", Gerard Butler, ator escocês, apontando suas escolhas de técnico e jogador para a Bola de Ouro FIFA 2012

"Queremos estar no Mundial, o resto pouco importa. Claro que é interessante ficar nos quatro primeiros lugares, e vamos lutar até o fim para isso. Mas, se vier a repescagem, teremos de jogar. A nossa meta é ir ao Brasil", Diego Godín, zagueiro da seleção do Uruguai, sobre a situação do Uruguai, que em apenas cinco meses trocou a liderança pela zona de repescagem das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014

"Ter caráter é fundamental em qualquer aspecto da vida. Converse com qualquer técnico, ele sempre dirá que quer contar com bons caracteres por perto. Mas isso é mais fácil na teoria do que na prática. Na metade das vezes, quando você seleciona jogadores para um clube, não conhece de fato a personalidade deles até ter trabalhado com eles por algum tempo", Roy Hodgson, técnico da Inglaterra

"Tem sido um dia difícil. Roberto Di Matteo já não é o nosso técnico. Gostaria de lhe agradecer por todo o tempo que passou aqui e lhe desejar a melhor sorte para o futuro. Como jogador foi uma lenda dos 'blues'. Com ele como técnico ganhámos a nossa primeira Liga dos Campeões da UEFA. Vai ser sempre lembrado. Boa sorte Robbie", Juan Matta, no Facebook

"Estou feliz, não só porque ganhámos, mas porque foi um triunfo heróico. O PSG é uma grande equipe, foi um pouco como David contra Golias", atriz 

Salma Hayek ( e esposa do dono do Rennes, Francois-Henri Pinault). O Rennes venceu o Paris Saint-Germain por 2 a 1 no passado sábado, jogando quase todo o segundo tempo com apenas nove jogadores