Blatter e Sophia Loren tiram a sorte de 1990
© Getty Images

O sorteio dos grupos da Copa do Mundo da FIFA é algo tão importante quanto espetacular. No entanto, a transformação em um megaevento, como conhecemos hoje, só começou na composição dos grupos para a Itália 1990.

Aquele sorteio ocorreu no assombroso Palazetto dello Sport, em Roma, em dezembro de 1989. Foi acompanhado por mais de 1,5 mil jornalistas e por jogadores históricos, como Pelé, Bobby Moore e Karl-Heinz Rummenigge. Houve, ainda, uma apresentação especial da mascote do torneio, Ciao — um boneco com uma bola de futebol como cabeça — e uma performance da música oficial da Copa, Un’estate Italiana (Um Verão Italiano).

As 24 equipes classificadas foram sorteadas em seis grupos de quatro seleções pelo então secretário geral Joseph S. Blatter — hoje presidente da FIFA — e duas das maiores figuras do entretenimento italiano em todos os tempos: Luciano Pavarotti e Sophia Loren.

Entre os maiores tenores e atrizes de todos os tempos respectivamente, a dupla não foi escolhida apenas pela imensa fama. Pavarotti teve a chance de seguir carreira como goleiro, mas desistiu para se concentrar na música. "Eu provavelmente amava o futebol um pouco mais do que amava a música naquela época, mas a minha voz era provavelmente um pouco melhor que as minhas mãos", explicou ele. Já Loren descreveu-se como "apaixonada por futebol e pelo Napoli".

A presença de Loren, que na foto acima dá prosseguimento ao sorteio junto com Blatter, iniciou a tradição de participação de belas atrizes nos sorteios do torneio máximo do futebol mundial, tanto masculino como feminino. Heidi Klum e Charlize Theron foram as atrações da Alemanha 2006 e África do Sul 2010, enquanto Adriana Karembeu ajudou a sortear os grupos da Copa do Mundo Feminina da FIFA do ano passado.