As frases da semana
© Getty Images

"É uma vida nova, da qual eu tenho gostado muito. Mas agora, no final de 2012, devo tirar a minha licença de treinador. É legal ser diretor e assumir essas responsabilidades, mas o meu negócio é mesmo estar ao lado do campo. É isso que quero", Roberto Carlos, dirigente do Anzhi Makhachkala, da Rússia, sobre a vontade de ser treinador

"Eu conheci o Neymar quando ele tinha 14 anos e foi à Espanha passar um tempo conhecendo o Real Madrid. Desde aquela época – e, depois, vendo vídeos dele – não dava para ter dúvida alguma de que ele jogava muito", Roberto Carlos, sobre o craque santista

"Não acho que seja para tanto. Para falar a verdade, nunca imaginei que esse gol teria tamanha repercussão. Para mim foi especial, porque marquei contra o campeão do mundo, mas foi só. O que veio depois foi demais", Diego Zúñiga, pivô da Costa Rica, apelidado de 'Ronaldinho do futsal' depois de marcar um belo gol num amistoso contra o Brasil

"Galera do Brasil, como vocês podem ver no meu sorriso, acabei de fazer os exames, e deu o mínimo possível do que poderia ser. Acredito que numa possível semifinal eu esteja de volta. Obrigado por todo o carinho e deixem com a gente", Falcão, ala da Seleção Brasileira de futsal, tranquilizando a torcida após sofrer uma lesão na panturrilha na estreia no Mundial da Tailândia

"Sem meus companheiros eu não teria marcado todos os gols que consegui. Não luto por este prêmio ou algum outro individual. Brigamos por títulos. Meu objetivo é conseguir novamente o Espanhol, a Liga dos Campões e a Copa do Rei. Essas são as metas coletivas", Lionel Messi, ao receber o troféu de maior artilheiro da Europa

"Não há dúvidas de que o Ronaldo e o Messi continuam fazendo a diferença. Hoje em dia, quando assistimos a Real Madrid e Barcelona, certamente vemos jogadores com chances de mudar um pouco essa tendência, mas os dois continuam muito diferenciados em relação aos demais", David Trezeguet, capitão do River Plate, sobre os indicados à Bola de Ouro FIFA

"Acredito que haja muitos jogadores com total mérito nesta temporada por tudo o que alcançaram por seus clubes e suas seleções. Pode ser o Lionel Messi, o Cristiano Ronaldo, ou o André Iniesta, são todos jogadores que se destacaram na última temporada", Falcao Garcia, atacante do Atletico de Madri, sobre a concorrência à Bola de Outo FIFA

"Na minha opinião, o Messi ainda está à frente de todos. O Cristiano Ronaldo é o que está mais próximo dele. Ficar entre os três primeiros é muito difícil, pois temos outros jogadores que eu considero craques na minha frente. Acredito que estarão na final Iniesta, Cristiano Ronaldo e Messi", Neymar, indicado pelo segundo ano consecutivo à Bola de Ouro FIFA

"A linha de três jogadores no meio-campo do Chelsea é bastante criativa, mantém só um pivô na frente e tem um volante que fica. Uma linha de quatro montada, com um volante que fica mais preso. Mas futebol não assusta nada, nem daqui para lá, nem de lá para cá. Nem em lugar nenhum", Tite, técnico do Corinthians, elogiando com moderação o futebol do Chelsea, possível rival durante a Copa do Mundo de Clubes da FIFA Japão 2012

"Fico muito feliz por atingir mais essa marca. Este ano tem sido muito especial, principalmente pelo fato de o time ter alcançado muitas coisas bacanas, por ter vencido o Carioca depois de tanto tempo e por estar bem no Brasileiro", Fred, atacante do Fluminense e artilheiro do Brasileirão 2012, ao chegar a 100 gols pelo Tricolor carioca

"No final, acredito que foi a decisão correta. Já disputei duas Eurocopas. Foram os torneios onde ganhei tudo. A minha opinião é que, se não for agora, quando poderia ser uma melhor hora para uma reformulação na seleção?", Inka Grinks, sobre a aposentadoria da seleção alemã e a ausência na próxima Eurocopa Feminina.

"Taticamente falando, sabíamos que éramos melhores do que o Mazembe. Esse não será o caso contra o Al Ahly, que tem mais experiência, é mais equilibrado e está mais acostumado a disputar jogos que valem muito. Além disso, é menos ingênuo do que o Mazembe. A final poderá ser um jogo de xadrez. Precisamos estar prontos para enfrentar o que quer que eles nos apresentem", Houcine Ragued, volante do Espérance, sobre a expectativa para a final da Liga dos Campeões da África contra o Al Ahly, depois da vitória sobre o Mazembe na semifinal

"Quem eu preferia ser, capitão do Liverpool ou James Bond? Não resistiria muito no primeiro papel, então acho que seria Bond. Mas Steven Gerrard seria um bom James Bond. É um bom líder, então, quem sabe?", Daniel Craig, intérprete do espião James Bond

"Deixando de lado a rivalidade, hoje é aniversário de um cara que tratou muito bem a bola. Parabéns, Maradona", Neymar, em sua conta no Twitter (@Njr92), no dia do aniversário do argentino Diego Maradona (30 de outubro)