Neto sacramenta domínio brasileiro
© Getty Images

Depois de 18 dias de muitos dribles, gols e triunfos, a Copa do Mundo de Futsal da FIFA Tailândia 2012 chegou ao fim com o pentacampeonato do Brasil. Após a final, chegou o momento de distribuir os prêmios individuais para os jogadores que mais brilharam ao longo do Mundial de futebol de salão. Confira quem foram os vencedores:

Bola de Ouro adidas: Neto (BRA)
Bola de Prata adidas: Kike (ESP)
Bola de Bronze adidas: Ricardinho (POR)

Neto mostrou ser o jogador mais completo da Tailândia 2012. O jogador de 31 anos foi brilhante na Copa do Mundo de Futsal da FIFA, marcou sete gols e armou diversos outros para seus companheiros. Com os dois gols na final contra a Espanha, o camisa 11 coroou seu extraordinário desempenho no torneio e deu ao Brasil o pentacampeonato mundial, dando a volta por cima também do pênalti perdido em 2004, contra a mesma Espanha. A Bola de Ouro adidas é a consequência natural das sete brilhantes partidas de Neto em Bangcoc e em Nakhon Ratchasima.

“É uma grande honra e, claro, estou um pouco surpreso, principalmente porque sou um fixo e fixos normalmente não ganham estes prêmios. Fico feliz de ver ao meu lado, recebendo prêmios também, o Kike, que é um jogador que atua atrás. Vencer um prêmio como este era algo além dos meus sonhos e ambições e apenas confirma que este é o dia mais feliz da minha vida”, disse Neto.

O espanhol Kike foi premiado com a Bola de Prata adidas. Com seu excelente futsal, o capitão da Fúria levou a seleção até a final e convenceu tanto o Grupo de Estudos Técnicos da FIFA quanto a torcida. O camisa 8 foi o principal jogador da equipe do treinador Venancio López. Tanto na defesa quanto no ataque, o jogador de 32 anos mostrou uma qualidade excepcional. Além disso, exibiu uma inteligência impressionante em quadra e foi essencial para o selecionado ibérico.

“Para mim, qualquer reconhecimento individual em um esporte coletivo é relativo, mas eu agradeço aos que votaram em mim. De qualquer forma, vejo como um prêmio para todo o time”, apontou Kike.

É verdade que Portugal se despediu do torneio logo nas quartas de final, eliminado pela Itália, mas Ricardinho mostrou toda sua categoria nas cinco partidas que disputou na Tailândia 2012. Em seu segundo Mundial, o jogador de 1,67 metro de altura provou ser não apenas muito habilidoso com a bola nos pés e extremamente perigoso no ataque, como bastante combativo na marcação. Do ponto de vista estatístico, seus sete gols e três assistências são indiscutivelmente suficientes para que ele seja premiado com a Bola de Bronze adidas.

Chuteira de Ouro adidas: Éder Lima (RUS)
Chuteira de Prata adidas: Rodolfo Fortino (ITA) 
Chuteira de Bronze adidas: Fernandinho (BRA)

Éder Lima foi o principal goleador da Copa do Mundo de Futsal da FIFA. O artilheiro, que nasceu no Brasil, mas também tem a nacionalidade russa, marcou um total de nove gols na Tailândia 2012. O número foi impulsionado pelos sete que anotou na vitória por 16 a 0 sobre as Ilhas Salomão na fase de grupos. Além disso, ele balançou as redes uma vez na vitória por 9 a 0 contra a Guatemala. Nas oitavas de final, foi dele o gol que abriu o caminho para a vitória contra a República Tcheca.

Com oito gols, Rodolfo Fortino foi o vice-artilheiro do Mundial de futebol de salão. O italiano brilhou na Tailândia, mostrando muita categoria, e balançou as redes em todos os jogos, exceto na semifinal contra a Espanha. Além disso, deu três assistências, ficando merecidamente com a Chuteira de Prata adidas.

“Estou muito feliz por terminar a competição como segundo maior artilheiro. Não tenho palavras para descrever o que estou sentindo. Quero dedicar este prêmio a meus companheiros, que me ajudaram a marcar os gols. Meu sonho sempre foi estar entre os artilheiros de uma Copa do Mundo e agora pude realizá-lo”, garantiu Rodolfo Fortino.

Por fim, o brasileiro Fernandinho deixou sua marca nas duas partidas que disputou pela fase de grupos. Na primeira delas – a goleada por 13 a 0 sobre a Líbia – ele balançou as redes quatro vezes. No jogo seguinte, contra Portugal, anotou mais um. Nas oitavas de final, contra o Panamá, Fernandinho fez mais dois, chegando a um total de sete e recebendo por isso a Chuteira de Bronze adidas. Além disso, foi o jogador que mais jogadas armou para os companheiros, com oito assistências ao longo do torneio.

Luva de Ouro adidas: Stefano Mammarella (ITA)

O goleiro italiano Stefano Mammarella pôde comemorar em dobro no último dia de jogos. Após a conquista da medalha de bronze no torneio, o arqueiro da Squadra Azzurra foi eleito o melhor arqueiro da Tailândia 2012. O guarda-metas de 28 anos fez um torneio fantástico e mostrou claramente que um bom jogador de sua posição precisa de mais do que apenas fazer defesas debaixo da trave. O camisa 1 italiano preparou várias jogadas de sua equipe, iniciando vários ataques com lançamentos precisos a partir da defesa.

“É um momento muito especial. Logo que soube que seria escolhido como o melhor goleiro, não pude conter as lágrimas. Ser considerado o Luva de Ouro é algo enorme e, por isso, quero agradecer as pessoas que acreditaram em mim. Sem muito trabalho não teria chegado aqui. É uma grande alegria ser escolhido o melhor goleiro, à frente de outros como o Tiago e o Juanjo, que impressionaram durante o torneio e chegaram à final", destacou Stefano Mammarella.

Prêmio Fair Play da FIFA: Argentina
A Argentina foi eliminada pelo Brasil por 3 a 2 nas quartas de final, mas o selecionado sul-americano recebeu o Prêmio Fair Play da FIFA pelo comportamento exemplar de todos os integrantes da equipe ao longo do torneio. A Alviceleste mostrou sempre a mesma lealdade tanto na vitória quanto na derrota.

A FIFA distribui este prêmio com base na avaliação dos membros do Grupo de Estudos Técnicos da FIFA, que realizam uma análise detalhada do comportamento das seleções tanto dentro quanto fora de quadra. O objetivo é promover o espírito esportivo tanto entre os jogadores e membros das comissões técnicas quanto entre os torcedores que comparecem aos torneios da FIFA.