A consagração em 19 segundos
© Getty Images

A Copa do Mundo de Futsal da FIFA Tailândia 2012 terminou em alto estilo com a final deste domingo, em que não sobraram emoções e drama. No maior clássico do futebol de salão mundial, o Brasil prevaleceu sobre a Espanha e defendeu o título conquistado em 2008. Os brasileiros marcaram o gol da vitória por 3 a 2 com apenas 19 segundos para o fim da prorrogação, com Neto. Assim como em 1989, 1992, 1996 e 2008, a Seleção Brasileira ficou com a taça, sagrando-se pentacampeã mundial.

Antes disso, na disputa pelo terceiro lugar, a Itália venceu a Colômbia e ficou com a medalha de bronze do torneio. Depois de o primeiro tempo terminar no 0 a 0, os italianos mostraram sua qualidade na etapa complementar e conquistaram uma merecida vitória, graças a dois gols de Rodolfo Fortino e um golaço de Sergio Romano.

Resultados
Final
Espanha 2 x 3 Brasil (2 x 2, 0 x 0)

Decisão do 3º lugar
Itália 3 x 0 Colômbia (0 x 0)

O gol da rodada
Espanha 2 x 2 Brasil, Falcão, 36'13
Em sua terceira final de Mundial, Falcão foi absolutamente decisivo para o Brasil. Faltando pouco para o término do segundo tempo, a Seleção Brasileira perdia por 2 a 1 e estava com dificuldade para empatar. Então, os brasileiros partiram para o ataque com seus cinco jogadores e a estrela do craque brilhou. Falcão acertou um chute fortíssimo no ângulo, sem chances de defesa para o goleiro Juanjo. Com apenas três minutos para o término do tempo regulamentar, o superastro recolocou o Brasil no jogo.

Momentos marcantes
Golaço de Neto no último minuto
Tudo indicava que a final entre Brasil e Espanha seria decidida nos pênaltis quando Neto apareceu para marcar um belo gol que deu o título para os brasileiros. O ala recebeu um passe de Falcão, aplicou um lindo drible no marcador, avançou em alta velocidade pela esquerda e chutou no canto oposto do goleiro Juanjo, virando o placar para 3 a 2 e dando o pentacampeonato mundial para o Brasil. Tudo isso a 19 segundos do fim da prorrogação, mostrando uma frieza incrível.

Tranquilidade espanhola
A seleção espanhola mostrou-se muito tranquila antes da final no Ginásio Huamark. O capitão Kike e seus companheiros se sentaram nas arquibancadas para assistir à disputa do bronze e pareciam curtir o jogo entre Itália e Colômbia. Somente no meio do segundo tempo eles desceram para o aquecimento no vestiário.

Triste expulsão
Juan Lozano foi o homem do dia para a Colômbia. Com as suas magníficas defesas, ele levou os jogadores italianos ao desespero, salvando o gol colombiano em várias oportunidades. Aos 32 minutos de partida, porém, saiu da área em um contra-ataque italiano e colocou a mão na bola para parar a jogada. O árbitro não teve outra opção além de mostrar o cartão vermelho. Lozano foi às lágrimas, mas teve seu talento reconhecido enquanto deixava a quadra. A torcida aplaudiu o goleiro de pé e gritou "Lozano, Lozano, Lozano" por um bom tempo.

Torcedores se divertem com a ola
A expectativa era de um grande espetáculo antes da final da Copa do Mundo de Futsal da FIFA. O ginásio estava lotado para ver Brasil e Espanha disputar o título. E os torcedores não saíram decepcionados. Durante o tempo técnico pedido pela Espanha pouco antes do intervalo, a torcida também deu seu próprio espetáculo, fazendo a ola para animar a arena.

O número
152 – Com a vitória na final contra a Espanha na prorrogação, o Brasil estabeleceu um novo recorde. A Seleção Brasileira não perde há 152 jogos no tempo regulamentar. A última derrota dos brasileiros aconteceu justamente contra a Espanha em um amistoso disputado no dia 8 de dezembro de 2005. Neste ano, a Seleção caiu diante do Paraguai por 5 a 3 nas eliminatórias, mas somente após empate em 2 a 2 no tempo normal.

O que eles disseram
"Francamente, eram as últimas forças que eu tinha. Acho que ambas as equipes já estavam se preparando psicologicamente para os pênaltis. Mas pensei: "Por que não tentar fazer alguma coisa pela última vez?" Graças a Deus deu certo. Quando a bola entrou, fiquei tão emocionado e me senti tão cansado que, para falar a verdade, não sabia o que fazer. Mas então vi minha mulher na arquibancada e tudo o que quis fazer foi ir comemorar com ela."
Neto, herói da final e eleito o Bola de Ouro adidas da competição