Favoritos que se reencontram
© Getty Images

Espanha e Brasil estão classificados para a final da Copa do Mundo de Futsal da FIFA Tailândia 2012. Esta será a quarta vez na história do torneio que as duas equipes decidem o título mundial de futebol de salão. Há quatro anos, a Seleção Brasileira ficou com a taça jogando em casa após superar a forte seleção espanhola.

A Fúria garantiu presença na decisão em Bangcoc depois de vencer por 4 a 1 a semifinal contra a Itália, que também havia sido derrotada nesta mesma fase pelos espanhóis na Eurocopa em fevereiro e há quatro anos, na Copa do Mundo de Futsal da FIFA 2008. Depois de passar pela Rússia nas quartas de final e pela Squadra Azzurra na semi, a seleção espanhola não deixou dúvidas sobre quem é o número um do Velho Continente.

Na primeira semifinal inteiramente sul-americana na história do Mundial, o Brasil foi logo mostrando a sua qualidade no Ginásio Huamark de Bangcoc, marcando um gol no início de partida. Depois disso, no entanto, o goleiro colombiano Juan Lozano fez grandes defesas e a Seleção encontrou bastante dificuldade para transformar as suas chances em gols. Mas, no fim, os brasileiros conseguiram uma merecida vitória por 3 a 1.

Os resultados
Itália 1 x 4 Espanha
Brasil 3 x 1 Colômbia

O gol do dia
Brasil 1 x 1 Colômbia, Jhonathan Toro , 18min13s
A Colômbia, grande surpresa da Tailândia 2012, marcou o gol mais bonito das semifinais contra o Brasil. Para grande surpresa dos torcedores tailandeses e brasileiros, os colombianos emplacaram um belíssimo contra-ataque e empataram a partida. Em uma jogada iniciada por Jose Quiroz, Yeisson Fonnegra, filho do técnico Arney Fonnegra, deu um passe no momento exato para Jhonathan Toro, que chutou no canto do gol brasileiro sem chances para o goleiro Tiago.

Momentos marcantes
Azar da Itália é a sorte da Espanha
Na partida entre Itália e Espanha, ficou claro mais uma vez como o azar e a sorte andam de mãos dadas no futsal. Aos sete minutos de partida, o italiano Gabriel Lima deu um ótimo chute que acertou a trave do gol espanhol, embora o goleiro Juanjo já estivesse batido no lance. Poucos momentos depois, Saad Assis tentou interceptar uma cobrança de lateral e acabou marcando um gol contra. No segundo tempo, os italianos conseguiram o empate, mas em pouco tempo a seleção espanhola passou à frente novamente.

Rápido no gatilho
O Brasil começou com tudo a partida contra a Colômbia. Com apenas 41 segundos de bola rolando, Gabriel abriu o placar para a Seleção Brasileira. Foi o gol mais rápido do país na Copa do Mundo de Futsal da FIFA 2012 e o segundo mais rápido de todo o torneio. Apenas o capitão russo Sergey Sergeev foi ainda mais veloz. Na partida contra a Guatemala, ele balançou as redes com apenas 34 segundos de jogo.

Grandes goleiros
Nos dois confrontos das semifinais, os goleiros tiveram destaque especial. O italiano Stefano Mammarela não apenas frustrou muitas chances dos espanhóis, mas também deu a assistência para o gol do seu país. Juan Lozano repetiu contra o Brasil o excelente desempenho das partidas anteriores e evitou um placar mais elástico. Pelo lado dos ganhadores, Tiago (Brasil) e Juanjo (Espanha) também fizeram defesas cruciais.

O número
50 — Para a Espanha, atual campeã europeia e vice-campeã mundial, o confronto de hoje contra a Itália foi a 50ª partida em Mundiais de Futsal da FIFA. Ao todo, os espanhóis acumularam 40 vitórias na história do torneio, além de cinco empates e apenas cinco derrotas. O saldo de gols da Fúria também é mais do que positivo, com 219 gols marcados e apenas 92 sofridos. O único país que disputou mais jogos em Mundiais é o Brasil, que chegou a 55 partidas no torneio contra a Colômbia.

O que eles disseram
"Em primeiro lugar, quero parabenizar a Espanha. Os espanhóis têm uma grande equipe e mereceram chegar à final." Roberto Menichelli, técnico da Itália

Programação
Domingo, 18 de novembro (hora local):
Disputa pelo terceiro lugar
Itália x Colômbia, Ginásio Huamark, 17h
Final
Espanha x Brasil, Ginásio Huamark, 19h30