Fernandão: "O espírito de equipe será decisivo"
© Getty Images

Na quarta-feira, Rússia e Espanha se enfrentam pelas quartas de final da Copa do Mundo de Futsal da FIFA Tailândia 2012 em uma reedição da final da Eurocopa de Futsal 2012, que terminou em comemoração para o selecionado ibérico. O duelo colocará frente a frente as duas maiores potências do futebol de salão do Velho Continente e tem tudo para ser extremamente emocionante.

No último confronto entre as duas seleções, em fevereiro deste ano, os russos quase conseguiram a vitória, mas no final foram os espanhóis que comemoraram o título europeu. Aproveitando que Rússia e Espanha voltarão a se encontrar, o FIFA.com realizou uma entrevista exclusiva com Fernandão, jogador que mais marcou gols na Copa do Mundo de Futsal da FIFA no atual elenco da Fúria.

"Será um jogo muito difícil, já que a Rússia tem uma seleção excelente", comentou o jogador, analisando o próximo adversário da sua equipe. "Os russos têm um elenco equilibrado e, em princípio, equivalem a dois times que formam um. As chances são de 50% para cada lado."

Evolução de jogo a jogo
O confronto contra o rival do Leste Europeu chega na hora certa para a Espanha. Após um empate contra o Irã (2 x 2) e vitórias contra Panamá (8 x 3) e Marrocos (5 x 1) na fase de grupos, além de uma goleada por 7 a 1 contra a anfitriã Tailândia nas oitavas de final, os espanhóis mostraram que são capazes de "melhorar mais a cada jogo", como explicou Fernandão.

"Precisamos ficar concentrados no nosso próprio jogo contra a Rússia e não pensar muito no adversário", prosseguiu o jogador de 32 anos. "É justamente dessas partidas contra equipes fortes que mais gostamos. Temos experiência mais do que o suficiente para vencer os russos. No final, não é a equipe que jogar melhor ou que cometer menos erros que ficará com a vitória, mas sim a que tiver mais espírito de equipe no dia."

Nascido na cidade de São Paulo e naturalizado espanhol, Fernandão mostrou de forma impressionante na Tailândia 2012 porque é um dos principais nomes da seleção espanhola há mais de quatro anos. O jogador de 1,83 metro de altura já marcou três gols nas quatro partidas do seu país na sua segunda Copa do Mundo de Futsal da FIFA. Somando os gols com os sete que marcou no Brasil 2008, ele chegou a dez no total.

Fugindo dos padrões do futsal
Pelo seu porte, Fernandão está bem longe dos padrões para jogadores de futsal. Muito forte e alto, o jogador às vezes até passa a impressão de ser um pouco pesado e lento, mas a sua qualidade é indiscutível.

"Isso tem um lado positivo e um negativo", afirmou ele quando mencionamos a sua altura. "Obviamente, é uma vantagem ser grande e forte porque posso lidar melhor com os meus adversários. Mas por outro lado sempre apitam mais faltas contra mim porque uso o meu corpo em divididas."

Nesse sentido algo que o ajuda muito é a experiência que ele acumulou atuando pelo Barcelona e pela Espanha ao longo dos últimos anos. "Após quatro anos na seleção espanhola, hoje sou outro jogador", explicou Fernandão ao FIFA.com. "Aprendi muito disputando grandes torneios e tenho mais autoconfiança do que em 2008. Esse tempo permitiu que eu amadurecesse."

Tudo pela vitória
Hoje em dia, Fernandão está plenamente adaptado á vida na Espanha, e o único indício de que ele é brasileiro é a língua portuguesa, o que ele admitiu que por vezes lhe causa alguma dificuldade. Mas isso não o impediu de dizer qual o caminho da vitória nas quartas de final.

"A nossa filosofia é ganhar um jogo de cada vez", afirmou. "Não ficamos pensando demais antes das partidas. Apenas nos concentramos na vitória. Viemos para a Tailândia em busca do título mundial. Não queremos perder e não jogamos para empatar. Para nós, só importa a vitória."

No entanto, certamente a Rússia também fará de tudo para chegar à próxima fase e acabar com a série invicta da Espanha. Desde 2005 que a equipe do técnico Venâncio Lopez não perde, totalizando 117 partidas sem derrota. No que depender de Fernandão, esse número subirá em breve para 120. Nesse caso, ele e os seus companheiros poderão também comemorar o título mundial.