Itália se destaca entre os favoritos do dia
© Getty Images

Em um muito aguardado duelo válido pelo Grupo D da Copa do Mundo de Futsal da FIFA Tailândia 2012, a Itália venceu a Argentina por 3 a 2 e assegurou um lugar entre as 16 melhores seleções da competição. A Azzurra saiu atrás no placar, mas recuperou-se a tempo e conquistou a sua segunda vitória no torneio. Pela mesma chave, a Austrália foi outra que venceu de virada: fez 3 a 1 no México, revivendo a possibilidade de se classificar.

No Grupo B, as favoritas Espanha e Irã se impuseram a Panamá e Marrocos, respectivamente, e ficaram a um passo das oitavas de final. A atual vice-campeã mundial não teve problemas para aplicar um tranquilo 8 a 3 sobre os panamenhos no jogo que fechou o dia de competições na Tailândia. Os iranianos, ao contrário, sofreram bem mais do que imaginavam para derrotarem os valentes marroquinos por 2 a 1. Os africanos estão praticamente eliminados.

Os resultados
Austrália 3 x 1 México (0 x 1)
Argentina 2 x 3 Itália (1 x 2)
Marrocos 1 x 2 Irã (1 x 1)
Espanha 8 x 3 Panamá (5 x 1)

O gol do dia
Espanha 1 x 0 Panamá, Kike, 1min44s
Logo após um começo forte do Panamá, que acertou duas bolas na trave, a Espanha encaminhou a vitória com um daqueles gols tipicamente seus: depois de uma série de passes precisos e rápidos, Miguelín recebeu a bola e, com excepcional visão de jogo, enfiou com perfeição de pé esquerdo para Kike, que finalizou de forma implacável, coroando a bela jogada coletiva dos seus companheiros.

Momentos marcantes
Barulhentos, coloridos e vencedores
Austrália e Irã são, provavelmente, os dois países que mais levaram torcedores até a Tailândia, e eles se fizeram notar nesta rodada, com cantos de incentivo e parafernália. Além de cativarem o público local, ambas as torcidas fizeram a sua parte e ajudaram as equipes a conquistarem vitórias importantes para as suas aspirações na Copa do Mundo.

Sem tempo para comemorar
O futsal é uma modalidade cheia de peculiaridades, mas ainda assim é incomum testemunhar dois gols separados por uma questão de segundos, ainda mais quando a situação inusitada ocorre não uma, mas duas vezes no mesmo dia. Na partida entre Austrália e México, passaram-se 18 segundos entre o primeiro e o segundo gols dos australianos. O jogo entre Marrocos e Irã, no entanto, foi além: em um minúsculo intervalo de 11 segundos, cada equipe marcou um gol.

Nas alturas
Descontente com a formação da barreira da equipe para tentar defender uma falta a favor da Argentina, o goleiro italiano Stefano Mammarella pediu duas vezes aos companheiros que se posicionassem melhor no lance. Como eles não lhe deram atenção, o camisa 1 se cansou e soltou um berro que possivelmente se ouviu em Roma, provocando risadas dos torcedores no ginásio. Mas Mammarella sabia do que estava falando, já que terminou sendo a grande figura da partida.

O número
20
— Os anos que se passaram sem que a Austrália tivesse vencido uma partida pela Copa do Mundo de Futsal da FIFA. Desde o triunfo sobre a Costa Rica, em Hong Kong 1992, os australianos haviam perdido dez jogos consecutivos. A equipe pôs fim à sequência com a vitória sobre o México.

O que eles disseram
"Devemos ter confiança e personalidade para sentir que podemos jogar bem este esporte. São coisas em que não se pode culpar a falta de experiência. De toda maneira, estamos começando e sabíamos que estas derrotas podiam acontecer."
Ramón Raya, técnico do México, seleção estreante na Copa do Mundo de Futsal da FIFA, explicando a derrota para a Austrália

Terça-feira, 6 de novembro (horário local)


Grupo E
Kuwait x Sérvia (19:00)
Egito x República Tcheca (21:00)

Grupo F
Colômbia x Ilhas Salomão (17:00)
Rússia x Guatemala (19:00)