Nigéria e Burkina Fasso nas semis
© AFP

A Nigéria bateu a Costa do Marfim por 2 a 1 neste domingo e se classificou para a semifinal da Copa Africana de Nações 2013. Mais tarde, Burkina Fasso teve um pouco mais de trabalho, mas eliminou Togo por 1 a 0 na prorrogação. Os dois países agora se juntam a Gana e Mali entre os últimos quatro sobreviventes no torneio continental. O campeão garante vaga na Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 – a final da competição está marcada para o próximo domingo, no Soccer City. 

Contando com jogadores mais badalados, como o atacante Didier Drogba e o volante Yaya Touré, a Costa do Marfim foi melhor durante boa parte do primeiro tempo no confronto com os nigerianos, apesar de ter saído atrás no placar. 

Com 42 minutos, em jogada ensaiada de bola parada, o meio-campista John Obi Mikel, do Chelsea, rolou para Emmanuel Emenike, que mandou um petardo e abriu a contagem, sem chances para o goleiro.

O gol lembrou a Costa do Marfim da necessidade de transformar em números a superioridade que vinha mostrando dentro de campo. Logo com quatro minutos da segunda etapa, Drogba lançou bola na área e Cheick Tioté empatou de cabeça.

Com o placar novamente igual, a Costa do Marfim achou ainda mais motivação para continuar pressionando o adversário, o que fez com êxito até os 32 minutos. Foi aí que Sunday Mbah fez boa jogada pelo meio, passando por cinco marcadores, em velocidade, e chutou de fora da área. A bola desviou na marcação e tirou o goleiro da jogada, colocando a Nigéria na frente mais uma vez.

A necessidade de pelo menos empatar novamente a partida fez com que a Costa do Marfim fosse com dez jogadores ao ataque. Quando o juiz anunciou quatro minutos de acréscimo, a tensão no Estádio Royal Bafokeng, em Sun City só aumentou, até ser dissipada com o apito final e a festa nigeriana. Na próxima fase, a equipe irá enfrentar a principal zebra da competição até aqui: Mali, que eliminou a anfitriã África do Sul neste sábado. A partida está marcada para quarta-feira.

Tempo extra
Com um gol de Jonathan Pitroipa no segundo tempo da prorrogação, Burkina Fasso venceu a seleção de Togo por 1 a 0. A seleção burquinense brigará por uma vaga na final contra Gana, que venceu Cabo Verde, na próxima quarta-feira

 

A derrota marcou a despedida de mais um astro do futebol europeu em jogos de seleções. O atacante Emmanuel Adebayor, capitão de Togo, juntou-se a Didier Drogba, centroavante da Costa do Marfim, que mais cedo foi eliminada pela Nigéria.