Donos da casa vencem a primeira
© Getty Images

De olho em uma vaga na Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013, a seleção da África do Sul conquistou sua primeira vitória na Copa Africana de Nações 2013 nesta quarta-feira. Sede da atual edição do torneio continental, a equipe de Sangweni e Majoro recebeu Angola no estádio Moses Mabhida, em Durban, e aplicou 2 a 0, assumindo a ponta do Grupo A.
 
Empurrada por milhares de vuvuzelas na abertura da segunda rodada da CAN 2013, o equipe da casa abrir o placar logo aos 29 minutos do primeiro tempo, quando a bola sobrou no meio da área após cobrança de falta e Sangweni bateu de primeira. Festa dos mais de 60 mil torcedores que marcaram presença na partida seguinte ao empate sem gols com Cabo Verde.
 
Os Palancas Negras voltaram dominando a posse de bola e as ações no segundo tempo, mas os Bafana Bafana não perdoaram e aumentaram a contagem aos 16. Letsholonyane partiu com a bola dominada e lançou Majoro, destaque na Copa do Mundo de 2010, em velocidade. Após driblar o único marcador, Majoro bateu entre as pernas do goleiro angolano, que não segurou o gol decisivo.
 
Com quatro pontos somados em duas partidas, a África do Sul lidera o Grupo A, seguido por Cabo Verde, Marrocos e Angola.

Cabo verde e Marrocos só empatam
Fazendo jus ao apelido, o atacante cabo-verdense Platini marcou um gol e teve boa atuação nesta quarta-feira, mas não conseguiu impedir o empate da seleção de seu país por 1 a 1 com Marrocos. O resultado levou ambas as equipes a dividirem a vice-liderança do Grupo A, com dois pontos. Na próxima rodada, as duas seleções precisam de uma vitória para irem às quartas sem dependerem de nenhum outro resultado.

Apesar da maior tradição da equipe marroquina, a seleção cabo-verdense foi melhor durante todo o primeiro tempo, usando principalmente a velocidade de seus atacantes. O Marrocos, por sua vez, apostava em uma maneira de jogar que privilegiava o contato físico, muitas vezes cometendo falta graves ignoradas pelo juiz.

Mesmo assim, quem acabou prevalecendo foi a técnica. Aos 36 minutos, o meio-campo marroquino vacilou e perdeu a bola, que sobrou para Luís Carlos Almada Soares, o Platini. Criado em Paris e apelidado em homenagem ao craque francês, o atacante arrancou e mandou por cima do goleiro, marcando um belo gol.

À frente no placar, Cabo Verde acabou se acomodando e recuou, dando espaço para a pressão marroquina, que surtiu efeito aos 34 minutos da segunda etapa. Foi aí que o atacante Youssef El-Arabi recebeu a bola na entrada da área e bateu no gol, sem chances para o goleiro, selando o empate.

Na próxima rodada, a seleção de Cabo Verde encara Angola em Port Elizabeth, em partida marcada para as 15 horas (de Brasília) deste domingo. No mesmo horário, os marroquinos encaram a anfitriã África do Sul em Durban.