Adriana Lima: “Será um pontapé inicial para a febre do futebol”

Desde que venceu um concurso no Brasil em 1996, ainda adolescente, e se mudou para Nova York, Adriana Lima se acostumou, cada vez mais, a ser uma autêntica representante de seu país. Sua beleza há tempos ganha capas de revista, passarelas e, mais recentemente, telas de cinema do mundo todo, sempre personificando duas características marcantes do povo brasileiro: o exotismo e a simpatia.

Pois, como boa brasileira, a supermodelo baiana é apaixonada por futebol e já está animada com o fato de seu país receber a Copa das Confederações da FIFA no ano que vem e, um ano depois, a Copa do Mundo da FIFA. Quando um dos rostos mais belos e reconhecidos do país além do mais é de alguém que adora o esporte, fica difícil pensar em alguém mais indicada para ser uma das assistentes convidadas pela FIFA - ao lado do premiado chef Alex Atala - para participar do sorteio da Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013, que acontece no dia 1ª de dezembro, no Anhembi, em São Paulo.

Adriana Lima falou ao FIFA.com sobre sua presença no evento que dará forma ao “Festival do Campeões” e sobre sua relação com o futebol:

O que você sentiu quando foi convidada para ser uma assistente no sorteio da Copa das Confederações da FIFA?
Quando ouvi pela primeira vez, fiquei muito empolgada. Sou muito fã de esportes e vai ser muito gostoso participar de um evento maravilhoso desses. É uma honra ser convidada pela FIFA para ajudar no sorteio da Copa das Confederações.

Você acha que o país, como sede do Festival de Campeões um ano antes da Copa do Mundo da FIFA, vai estar já 100% tomado pela febre do futebol?
Isso com certeza vai servir como um pontapé inicial para a febre do futebol entre os torcedores! Mas acho que o Brasil vive sempre uma febre pelo futebol, já que ele é uma parte importante de nossa cultura. Estamos entusiasmados de receber a Copa das Confederações da FIFA e a Copa do Mundo.

Você está acostumada a ser quase que uma embaixatriz do Brasil mundo afora. Em sua opinião, então, qual é a impressão que o país vai deixar para o mundo depois de receber a Copa das Confederações da FIFA e Copa do Mundo da FIFA?
Sei que o Brasil vai deixar uma impressão positiva na cabeça de todos os que participarem. Acho fantástico que o Brasil vai ser o foco das atenções internacionais tanto durante a Copa das Confederações quanto na Copa do Mundo. O Brasil é um país maravilhosamente diverso, com uma rica história cultural que será mostrada durante os torneios.

Você já notou alguma mudança na maneira como o Brasil é encarado no exterior? Tem ouvido comentários sobre o Brasil ser a sede da Copa das Confederações da FIFA e da Copa do Mundo da FIFA?
Tenho notado apenas coisas positivas como resposta sobre o Brasil sediar os torneios. Acho que todos ao redor do mundo estão empolgados sobre o Brasil como sede. Quem não gostaria de vir para cá?!

Desde muito jovem, você vem viajando por todo o mundo sem parar. Depois de visitar tantos lugares, qual você diria que á característica mais marcante do Brasil e de seu povo? Se tivesse que dar uma razão para que as pessoas venham para a Copa das Confederações da FIFA e a Copa do Mundo da FIFA, qual seria?
A característica mais marcante do Brasil é a camaradagem. Diria para que as pessoas venham conhecer o Brasil por diversos motivos, desde a atmosfera e o estilo de jogo até a natureza acolhedora dos brasileiros. Os brasileiros são pessoas muito calorosas e receptivas com todos. São muito apaixonados por futebol e pelo modo como levamos nossas vidas no dia a dia, e acho que somos muito bons em espalhar um pouco de alegria para todos. Então, não só você pode ver uma competição incrível de futebol, como talvez nós o ensinemos a dançar samba.

Sediar a Copa das Confederações e a Copa do Mundo no Brasil também abre a oportunidade para que muitos projetos paralelos promovam as atividades culturais no país, incluindo a moda. Que impacto a presença de um evento tão grande desses pode ter na cena cultural do país?
O evento vai oferecer aos espectadores uma pequena amostra da cultura brasileira, e espero que as características dessa nossa cultura possam causar uma boa impressão em cada espectador. Há muitos estilistas e artistas fantásticos no Brasil, e essa será uma grande chance para que esses grupos se juntem e consigam a aclamação internacional que merecem.

E qual a sua ligação com o futebol? Qual é seu time favorito?
Gosto de assistir a qualquer tipo de competição esportiva. Realmente me divirto ao assistir à Seleção. Cresci ao lado do meu avô, que era um torcedor fanático do Vitória. Levando em conta que cresci na Bahia, isso é muito polêmico devido à rivalidade com o próprio Bahia! Mas de algum modo consegui equilibrar minha paixão por ambos os times.

Qual é a sua principal lembrança de uma Copa das Confederações da FIFA? Você virá ao Brasil no próximo mês de junho?
Minha lembrança mais recente foi a vitória na final de 2009 contra os Estados Unidos. Aquela foi uma grande vitória para o Brasil, e espero que eles possam repetir o título em 2013. E, sim, eu definitivamente estarei no Brasil em junho!

Com equipes como Espanha, Itália e Uruguai na disputa, quais você acha que são as chances de o Brasil vencer a Copa das Confederações da FIFA em 2013? E quais são seus jogadores favoritos na Seleção?
Acho que o Brasil tem uma ótima oportunidade para vencer de novo, pois, com nossos torcedores, vai parecer que o Brasil terá 12 jogadores no campo! Meu jogador favorito é o Neymar.

Agora falando só de Copa do Mundo: por qual memória você tem mais carinho?
Cada vez que a Copa do Mundo da FIFA chega, é sempre um momento especial. A demonstração do orgulho nacional de cada pessoa é realmente inspiradora.