Banquete final de um grande aperitivo
© Getty Images

O Brasil inteiro sonhava em chegar à final da Copa das Confederações da FIFA 2013, e agora a Seleção enfrentará a Espanha na nona decisão da história do torneio. O confronto entre os donos da casa e os atuais campeões mundiais e europeus promete espetáculo puro no mítico Estádio do Maracanã, palco do jogo deste domingo. O FIFA.com faz uma prévia do duelo.

O jogo
Brasil x Espanha, Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro, domingo, 30 de junho, 19h (horário local)

Em cena
Com toda certeza, a Copa das Confederações da FIFA é um evento que cai bem para os brasileiros. Eles venceram as duas últimas edições e estão invictos no torneio desde 2005, quando caíram diante do México por 1 a 0. Embora tenha passado por altos e baixos nos últimos meses, a Seleção se reencontrou durante a competição e se prepara para disputar a sua quinta final, e a terceira consecutiva. E ninguém duvida que a equipe canarinho estará determinada a encerrar a sua bela campanha com uma grande festa para a torcida. Para o jogo deste domingo, o técnico Luiz Felipe Scolari terá todos os seus jogadores à disposição e um dia a mais de descanso que os espanhóis, que precisaram ir até os pênaltis para derrotarem a Itália. Será que o Brasil vai tirar proveito dessa vantagem?  

O técnico Vicente del Bosque, em todo caso, já tem a resposta. "Foi o destino, não aceito nenhum tipo de desculpa", avisou. O comandante da Fúria também poderá com o elenco completo, apesar do cansaço acumulado na prorrogação com os italianos. Mesmo assim, os ibéricos jogarão motivados a buscar o único título que ainda lhes falta. Para isso, a seleção deve lançar mão do seu 4-3-3 e do famoso toque de bola que ele proporciona — uma receita que vem dando certo desde 2008. Afinal, a Espanha venceu quase tudo que disputou desde aquele ano, com exceção, justamente, da Copa das Confederações.

O número
63 — Espanhóis e brasileiros se encontraram no Maracanã há 63 anos, quando a Seleção bateu a Fúria por 6 a 1. Até hoje, aquela continua sendo a segunda derrota mais severa da Espanha em todos os tempos. Já o último confronto entre os dois países aconteceu há 14 anos, um amistoso cujo placar permaneceu zerado.

O que eles disseram
"Eu realmente esperava uma final contra a Espanha, e acho que não sou único. Temos a oportunidade de jogar contra a melhor seleção do mundo, atual campeã mundial. Temos uma mistura de respeito e admiração por essa equipe, mas precisamos nos impor e jogar o nosso futebol."
Neymar, atacante do Brasil

"Precisamos de um bom espetáculo, de uma boa publicidade para o futebol. O Brasil venceu cinco Copas do Mundo e três Copas das Confederações. Jogará no Maracanã diante da própria torcida, e para nós é um grande sonho. Domingo começa uma nova história, do zero, e veremos quem terá a iniciativa."
Vicente Del Bosque, técnico da Espanha