País-sede

Brasil 

Fundada em 1914 e afiliada à FIFA desde 1923, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apresenta uma impressionante lista de títulos: cinco Copas do Mundo da FIFA, oito Copas América, quatro Copas do Mundo Sub-20 da FIFA, três Copas do Mundo Sub-17 da FIFA, duas Copas das Confederações da FIFA, quatro Copas do Mundo de Futsal da FIFA, três Copas do Mundo de Beach Soccer da FIFA e diversas conquistas continentais. Poucas confederações deixaram uma marca como essa no futebol internacional. 

Na verdade, a única nota triste do país que revelou Pelé aconteceu na final da Copa do Mundo da FIFA 1950, realizada no próprio Brasil. Com o testemunho de 174 mil torcedores em choque e espremidos no então novíssimo Maracanã, a Seleção deixou escapar a quarta edição da Copa Jules Rimet ao ser derrotada por 2 a 1 pelo Uruguai. 

O futebol ocupa um lugar de muito destaque no Brasil, e, apesar de os brasileiros também serem apaixonados por vôlei, basquete, tênis, Fórmula 1 e outros esportes a motor, somente o inesquecível Ayrton Senna é reverenciado quase da mesma forma que os mais famosos expoentes brasileiros do futebol-arte. 

O "Rei" Pelé, cujo nome é quase sinônimo de esporte no Brasil, é o maior de todos eles. Porém, inúmeros jogadores de talento incomparável vestiram a camisa da Seleção com honraria nos anos que já se foram: Leônidas, Zizinho, Garrincha, Didi, Vavá, Zagallo, Tostão, Jairzinho, Carlos Alberto, Zico, Falcão, Sócrates, Bebeto, Romário, Ronaldo e Roberto Carlos. A lista de jogadores que gravaram os seus nomes na memória coletiva é de tirar o fôlego. 

O futebol brasileiro continua produzindo novos e excepcionais talentos. Atualmente, são os superastros Ronaldinho (Ronaldo de Assis Moreira) e Kaká (Ricardo Izecson Santos Leite) que emocionam os amantes do futebol em todo o mundo. 

História 

Há quem diga que o primeiro explorador europeu a colocar os pés no país foi o espanhol Vicente Yáñez Pinzón, que supostamente atracou próximo ao local onde hoje fica Recife, em 26 de janeiro de 1500. Oficialmente, entretanto, considera-se o português Pedro Álvares Cabral como o descobridor do Brasil. A frota de Cabral, à procura das Índias, velejou até o sul do que hoje conhecemos como Bahia, em 22 de abril de 1500. Em 1530, a Coroa Portuguesa passou a promover uma política colonizadora que durou séculos e terminou quando Dom Pedro I declarou a independência do país, em 7 de setembro de 1822. 

Após 1822, o Brasil foi governado por uma dinastia imperial até a revolta militar liderada pelo Marechal Manuel Deodoro da Fonseca, que forçou o Imperador Dom Pedro II a renunciar em novembro de 1889. O país tornou-se uma república e, apesar do longo período de instabilidade e até de uma ditadura militar entre 1964 e 1985, colhe nos dias de hoje os frutos da democracia. 

A atual presidente, Dilma Rousseff, foi eleita em 31 de outubro de 2010 e tomou posse em 1º. de janeiro de 2011, com mandato até 1º de janeiro de 2014.

Economia 

Predominantemente agrário até pouco tempo atrás, o Brasil teve um rápido crescimento industrial nas décadas de 1960 e 1970. Na década de 1980, já possuía uma economia fundamentalmente moderna e diversificada. Esse crescimento foi acompanhado de uma forte exploração dos recursos naturais, particularmente o carvão e o minério de ferro. 

Aproximadamente um quarto da produção mundial de café vem do Brasil, com plantações espalhadas nos estados de São Paulo, Paraná, Espírito Santo e Minas Gerais. O Brasil é também um dos países líderes na produção de cana de açúcar, utilizada não apenas para a obtenção do açúcar, mas também do álcool que abastece 2,5 milhões de veículos no país. Os níveis de produção de mamona, cacau, milho e laranja estão entre os mais elevados do mundo, enquanto que soja, tabaco, batata, algodão, arroz, trigo, mandioca e banana também são produzidos em grandes quantidades. Além disso, há criação de gado e ovelhas em quase todos os estados. 

A floresta tropical brasileira é outra fonte de riquezas naturais, incluindo óleo de madeira, borracha, óleo de carnaúba, fibra de gravatá, plantas medicinais, óleos vegetais, resinas e madeira para construção e fabricação de móveis. A mineração no Brasil também dá os primeiros passos, uma vez mais tirando proveito dos abundantes recursos naturais. 

Geografia 

Maior país da América do Sul, o Brasil ocupa quase a metade do continente. Com o Oceano Atlântico banhando a costa leste, o país faz fronteira, ao norte, com Venezuela, Guiana, Guiana Francesa e Suriname. Os vizinhos a oeste são Argentina, Paraguai, Bolívia e Peru. A noroeste, Colômbia, e diretamente ao sul, Uruguai. De todos os países da América do Sul, somente Chile e Equador não fazem fronteira com Brasil. 

Com uma superfície de 8.547.404 km², o Brasil é o quinto maior país do planeta, atrás de Rússia, China, Canadá e Estados Unidos. São 4.345 km separando os pontos mais distantes de norte a sul e 4.330 km de leste a oeste. As maiores concentrações populacionais encontram-se na faixa litorânea do Atlântico, especialmente nas duas maiores cidades, São Paulo e Rio de Janeiro. Brasília, a capital, abriga 2.094.000 habitantes de acordo com o censo demográfico de 2003 e situa-se a mais de mil quilômetros da costa. 

Fatos e números 

O Brasil tem aproximadamente 190 milhões de habitantes, sendo o quinto país mais populoso da Terra. Quase 75% são católicos, enquanto outros 26 milhões são protestantes. A comunidade judaica do Brasil é bem pequena, se comparada às demais. 

O país é dividido em cinco regiões (Centro-Oeste, Norte, Nordeste, Sul e Sudeste) que abrigam 26 estados mais o Distrito Federal, onde está Brasília, a capital brasileira. 

Conhecida pela enorme potencial hidroelétrico, a região Sudeste é a mais populosa do Brasil, com quase 80 milhões de habitantes, aproximadamente 40% do total. É, também, a que apresenta a maior densidade demográfica (84,21 habitantes por km²) e possui a mais alta taxa de urbanização, de 90%. 

A língua oficial é o português. Entretanto, muitos brasileiros falam outros idiomas de acordo com as suas origens. Alemão e italiano, por exemplo, são falados em diversas áreas da Região Sul.