Para definir o rival do Atlético
© Getty Images

O Raja garantiu nos acréscimos da partida contra o Auckland City a sua classificação para a fase seguinte da Copa do Mundo de Clubes da FIFA Marrocos 2013. A equipe do treinador Faouzi Benzarti, no entanto, não teve uma atuação totalmente convincente contra o clube neozelandês. Agora, as quartas de final serão contra o Monterrey, um time bem superior ao adversário da Oceania. Os mexicanos têm grandes ambições no torneio e querem obter resultados melhores do que nos anos anteriores. O vencedor do duelo enfrentará o Atlético Mineiro, que viajou para a África pensando apenas no título.

O jogo
Raja x Monterrey, Estádio Agadir, sábado, 14 de dezembro, 19h30 (horário local)

Faouzi Benzarti está há poucos dias no cargo de técnico do Raja, o que foi perceptível pela primeira atuação do time de Casablanca no Mundial de Clubes. O novo treinador ainda não conseguiu implantar todas as suas ideias táticas, o que fez com que o setor de criação de jogadas fosse um pouco inconsistente contra o Auckland. Apenas aos 47 minutos do segundo tempo Abdelilah Hafidi conseguiu marcar o gol da classificação, despertando uma enorme alegria entre os torcedores marroquinos. E o clima nas arquibancadas com certeza seguirá tão maravilhoso quanto na vitória por 2 a 1 por todo o torneio. A torcida do Raja também apoiará a equipe durante os 90 minutos contra o Monterrey, impulsionando os jogadores muita cantoria. Caso passe pelo clube mexicano, o Raja chegará pela primeira vez a uma semifinal da Copa do Mundo de Clubes da FIFA.

O Monterrey precisará enfrentar um adversário cuja torcida equivalerá a um 12º homem em campo. Esta é a terceira vez em que o vencedor da Liga dos Campeões da CONCACAF disputa o Mundial de Clubes. Depois da quinta colocação em 2011 e da terceira posição em 2012, o clube quer chegar mais longe. Desde agosto a equipe vem sendo treinada por José Guadalupe Cruz, que está buscando o seu primeiro título no novo cargo e enfrentará um Raja que levou pressão do Auckland nos contra-ataques. Um fato negativo é que o Monterrey não disputa nenhuma partida oficial desde o dia 9 de novembro. Como não conseguiu se classificar para as quartas de final do Campeonato Mexicano, terminou a temporada antes do previsto.

O número
4 — 
O Raja precisou de quatro jogos em Mundiais de Clubes para finalmente conseguir comemorar uma vitória. Na primeira participação, no ano 2000, o clube sofreu três derrotas contra Corinthians (2 x 0), Al Nassr (4 x 3) e Real Madrid (3 x 2). Por sua vez, o Monterrey já disputou cinco partidas no torneio, ganhando três e perdendo duas. Dois dos seus três triunfos aconteceram justamente contra clubes da África (Espérance e Al-Ahly).

O que eles disseram
"É apenas o início. Há algumas coisas que vamos tentar melhorar. É a minha função. A equipe mexicana não é fraca, os mexicanos são bem organizados e jogam um bom futebol. Vamos analisar os pontos fortes e fracos do adversário, mas com certeza queremos jogar de modo ofensivo e ficar atentos na defesa."
Faouzi Benzarti, técnico do Raja

"A experiência que adquirimos nos últimos torneios forma a base do nosso presente. Sabemos que vamos jogar um torneio e uma partida de alto nível. Temos 90 minutos pela frente, nos quais a menor desatenção pode significar a eliminação. Os jogos aqui exigem muita concentração e são muito intensos."
Jose Maria Basanta, capitão do Monterrey