Espanha triunfa na casa do campeão

Entre os dias 1º e 8 de julho foi realizado em Moscou o torneio classificatório europeu para a Copa do Mundo de Beach Soccer da FIFA Taiti 2013. Vinte e quatro seleções lutaram pelas cobiçadas vagas no Mundial que acontecerá em setembro do ano que vem na ilha do sul do Pacífico. No final, os classificados foram três velhos conhecidos e uma surpresa.

A Espanha colocou um fim a quatro anos de ausência do maior evento de futebol de praia do planeta, depois de ficar de fora de Ravena/Itália 2011. Ucrânia e Rússia, campeã da última edição do torneio, também carimbaram passaporte. Enquanto isso, a surpresa foi a Holanda, que se classificou pela primeira vez para uma Copa do Mundo de Beach Soccer da FIFA. O FIFA.com resume os acontecimentos mais importantes da competição realizada em Moscou.

Supresa logo na fase de grupos
Desde a primeira fase das eliminatórias, a Holanda mostrou que poderia chegar longe. Ao lado da Ucrânia, a Laranja Mecânica foi a única equipe que conseguiu os nove pontos nas três partidas do grupo, vencendo, entre outros, a Espanha por 5 a 4. Apesar da derrota diante dos holandeses, a Fúria conseguiu duas vitórias, contra Noruega e Turquia, e chegou às oitavas de final. Os ucranianos, por sua vez, derrotaram Portugal, terceiro colocado no Mundial de 2011, por 2 a 1.

A atual campeã Rússia teve menos problemas na sua chave, mas foi derrotada no terceiro jogo, contra a Polônia, por 3 a 2. Além disso, uma das favoritas, a Romênia, precisou se despedir logo ao final da primeira fase. Derrotas contra República Tcheca e França causaram a eliminação do país do leste europeu.

Grandes duelos nas oitavas
O grande número de surpresas na primeira fase fez com que houvesse confrontos nas oitavas de final que só eram esperados em etapas posteriores do torneio. O principal deles foi o duelo entre Rússia e Suíça, dois gigantes no futebol de areia. E o jogo realmente foi de altíssimo nível. No final, os russos venceram por 8 a 7.

Enquanto isso, a Espanha teve menos problemas contra a Itália e venceu sem dificuldades por 6 a 2. A Ucrânia suou para superar por 7 a 4 a seleção da Turquia, que havia se classificado para a fase de mata-mata como a quarta melhor terceira colocada. Já a Holanda parecia ter tido sorte por enfrentar Israel, equipe considerada mais fraca, mas acabou não tendo vida fácil e venceu apenas por 4 a 3.

Emoção na fase final de grupos
Os vencedores das partidas de oitavas de final foram divididos em duas chaves para uma nova fase de grupos. Em uma delas estavam Rússia, Holanda, França e Bielorrússia, enquanto na outra ficaram Espanha, Ucrânia, Polônia e Hungria.

A Rússia foi a primeira a garantir a sua vaga na Copa do Mundo de Beach Soccer da FIFA. As vitórias contra Bielorrússia (5 a 3), Holanda (2 a 1) e França (8 a 5) foram suficientes para garantir um lugar nas semifinais. A Laranja Mecânica, por outro lado, teve mais dificuldades, mas conseguiu se classificar depois de vencer os bielorrussos por 5 a 4. Antes disso, os holandeses já haviam derrotado a França por 6 a 5 após prorrogação.

O caminho do triunfo da Espanha passou por vitórias contra Polônia (5 a 3), Ucrânia (5 a 4 após prorrogação) e Hungria (4 a 1). Enquanto isso, a seleção ucraniana se classificou depois de vencer Hungria (3 a 2) e Polônia (7 a 4).

Espanha se sagra campeã
As quatro equipes disputaram as semifinais já classificadas para o Taiti 2013. A Ucrânia não teve problemas para vencer a Holanda por 3 a 0. Nessa partida, o goleiro ucraniano Vitalii Sydorenko mostrou por que foi eleito o melhor da sua posição no torneio.

Na final, a anfitriã e atual campeã mundial Rússia ficou frente a frente com a Espanha. E os ibéricos mostraram que tinham mais forças que o adversário no oitavo jogo das duas equipes em um intervalo de oito dias. A partida terminou em vitória por 5 a 3 para a seleção do capitão Amarelle, que foi eleito o melhor jogador do torneio e se prepara para disputar o seu sexto Mundial no ano que vem.

O número
491 — O total de gols marcados no torneio classificatório em Moscou. O artilheiro foi o astro polonês Boguslaw Saganowski, de 35 anos, que balançou as redes 15 vezes.