Neymar é votado como o 13º melhor do mundo
© Getty Images

O atacante Neymar terminou como o brasileiro mais bem colocado na premiação da FIFA Ballon d'Or 2012. Em eleição com a participação de técnicos e capitães das seleções de todo o mundo e de um grupo seleto de jornalistas, o prodígio do Santos terminou como o 13º no ranking, com 0,61% dos votos. 

Campeão da Recopa Sul-Americana e do Campeonato Paulista no ano passado, Neymar foi lembrado por nove capitães e nove treinadores. Bandara Nipuna, atleta do Sri Lanka, e os treinadores Sochetra Hok, do Cambodia, e Alister de Bellotte, de Granada, o apontaram como o segundo melhor do mundo. As outras 16 menções foram na terceira posição. Clique aqui e confira todos os votos. 

O argentino Lionel Messi ganhou novamente a Bola de Ouro FIFA, com 41% do total dos votos. O português Cristiano Ronaldo ficou em segundo, com 23,68%, seguido pelo espanhol Andrés Iniesta, com 10,91%. Os três foram os únicos a receber mais de 10% dos votos. 

Completam o top 10: 4) Xavi (ESP), 5) Falcao Garcia (COL), 6) Iker Casillas (ESP), 7) Andrea Pirlo (ITA), 8) Robin van Persie (NED), 9) Didier Drogba (CIV) e 10) Zlatan Ibrahimovic (SWE). Clique aqui e veja os 23 mais votados.

Neymar também concorreu novamente ao Prêmio Puskás da FIFA de gol mais bonito do ano, terminando como o terceiro mais votado. O eslovaco Miroslav Stoch, do Fenerbahçe, com um tiraço de fora da área, faturou a disputa de acordo com votação popular realizada no FIFA.com, com 78% dos votos. Falcao Garcia, com um voleio belíssimo pelo Atlético de Madri, recebeu 15%. A pintura do brasileiro, vestindo a camisa do Santos em confronto com o Internacional pela Copa Libertadores da América, teve 7% entre os três finalistas. 

"Estou muito feliz por participar desta festa maravilhosa. Já é um grande momento para mim só por estar participando", afirmou o atacante, durante sua passagem pelo tapete vermelho do  Kongresshaus, em Zurique, onde foi realizada a Gala da Bola de Ouro FIFA 2012. 

Defendendo Messi como o melhor de 2012, Neymar afirmou que "não sabe o que vai acontecer no futuro", comentando uma eventual chance de ser o jogador mais votado nos próximos anos. "Vamos ver o que acontece", disse. Ao descrever seu gol, o santista foi bem sucinto: "Eu peguei a bola, tive 30 metros pra correr e, quando vi, já tinha feito o gol".