O que eles disseram sobre Ronaldo, Iniesta e Messi
© AFP

Sobre Cristiano Ronaldo
"Portugal tem uma seleção que se chama Cristiano Ronaldo e uma equipe que anda atrás dele."
Carlos Queiroz, técnico português do Irã

"O Cristiano é um fenômeno. Seu estilo de jogo é único. É um jogador que a cada dia quer ser melhor do que foi ontem. É ambicioso, tem uma capacidade enorme de fazer gols e exerce uma grande influência no elenco. É o melhor atacante que jamais vestiu a camisa do Real Madrid."
Emilio Butragueño, ex-atacante da equipe madrilenha e atual dirigente do clube

"É um jogador incrível. Temos um panteão de grandes jogadores (no Manchester United) e o Cristiano com certeza pode se comparar a qualquer um deles. Apesar de ter um talento natural, ele se fez sozinho em muitos sentidos, treinando dia após dia. Ele tem algo do Éric Cantona neste aspecto. Definitivamente valeu o preço que o Real Madrid pagou por ele."
Alex Ferguson, técnico do Manchester United

"A mesma coisa que aconteceu com o Beckham acontece com o Cristiano Ronaldo. As pessoas os criticam porque têm inveja de que sejam muito bonitos. Mas para mim o Cristiano é o jogador ideal. É veloz, alto, bom com a cabeça e tecnicamente, bate pênaltis e cobra bem as faltas, é um líder... Acho o Cristiano Ronaldo um fenômeno."
Ruud Gullit, ex-atacante da seleção holandesa

"O Cristiano Ronaldo vem lutando para ter uma boa fase por sua seleção há anos. O melhor jogador do mundo ao lado de Lionel Messi parecia frustrado e petulante quando jogava por Portugal. Mas depois de dois excelentes jogos, começou a jogar bola: marcou três gols e levou Portugal a uma inesperada semifinal. É sempre ótimo ver o melhor de um craque. Ele mostrou aos compatriotas que merece um monumento em Lisboa."
Diego Maradona, ex-craque da seleção argentina, durante a Eurocopa de 2012

"O Messi é um grande jogador, mas o Cristiano é absolutamente tremendo. É o melhor do mundo porque é o mais completo. É veloz e forte, marca gols, tem muita qualidade e sempre ajuda a equipe a se defender se for necessário. É o camisa 10 perfeito. Nunca vi no futebol uma máquina tão perfeita. Este esporte mudou muito, e duvido que jogadores como Pelé, Di Stéfano e Maradona pudessem fazer o que o Cristiano faz hoje com a mesma intensidade."
Nuno Espírito Santo, ex-goleiro português

Sobre Andrés Iniesta
"Com certeza o Andrés Iniesta. Não é tão difícil assim jogar bem e ganhar títulos em um time como o Barcelona, mas é na seleção onde se vê a verdadeira categoria de um jogador. Esse foi o caso de atletas como Pelé, Diego Maradona e Zinedine Zidane. Pela Espanha, o Iniesta demonstrou que está entre os melhores de todos os tempos, e é por isso que o considero acima do Messi e do Cristiano Ronaldo. Apesar de estes dois terem marcas de gols impressionantes por seus clubes, ainda não ganharam nada com a Argentina ou Portugal, respectivamente."
Boris Becker, ex-tenista alemão e número 1 do mundo, sobre quem deve ganhar a Bola de Ouro FIFA

"A imprensa costuma me perguntar se o Messi ou o Cristiano é o melhor, mas para mim algo é muito claro: Andrés Iniesta é o número 1. Ele consegue fazer coisas ainda mais difíceis em campo. Faz mágica com a bola e é decisivo."
David Silva, meia-atacante espanhol do Manchester City

"Não se fala tanto do Iniesta como do Messi, mas gostaria que ele ganhasse a Bola de Ouro. Ele a merece por sua carreira no Barcelona e na seleção espanhola, e por suas virtudes. Ele faz tudo bem: cria chances como poucos e também marca gols com frequência. O Iniesta é um mago que sempre sabe o que fazer quando recebe a bola."
Luis Fernández, ex-defensor da seleção francesa e atual treinador

"Ele é um iluminado, foi tocado com uma varinha de condão. Mostra liderança em campo com muito respeito. Como fã de futebol, sinto orgulho de ter jogado com ele. Ele faz a diferença, faz coisas que mais ninguém consegue."
Sergio Ramos, lateral do Real Madrid e da seleção espanhola

"Eu vejo o Iniesta jogar e me dou conta de que, mesmo com minha idade, ainda tenho alguma coisa para aprender."
Juan Román Riquelme, ex-meia do Boca Juniors e da Argentina, sobre o espanhol, seis anos mais novo que ele

"Quando ele está com a bola, é como se todo o resto parasse, como se tudo estivesse em câmera lenta. Jogo com ele desde que temos 15 anos e nunca, jamais, o vi jogar mal."
Fernando Torres, atacante do Chelsea

Sobre Lionel Messi
"Não dá para comparar ninguém com o Messi. O Cristiano Ronaldo é um grande jogador humano, mas o Messi é um 'marciano'. Ele consegue correr ainda mais rápido quando tem a bola do que quando não está com ela. É como se estivesse praticando outro esporte. É quase impossível fazer as coisas que ele faz a essa velocidade."
Alfio Basile, ex-técnico da seleção argentina e atual treinador do Racing

"Minha marca (85 gols em 60 jogos) durou 40 anos e agora o melhor jogador do mundo a superou. Estou muito feliz por ele. É um jogador incrível, gigantesco, tão simpático e modesto como profissional. Espero que ele ainda marque mais um ou dois gols em 2012 e que possa ser dono do recorde pelos próximos 40 anos. Ele é fantástico. Seu único defeito é que não joga no Bayern de Munique!"
Gerd Müller, ex-atacante alemão, após Messi bater seu recorde de gols no mesmo ano

"Os caras têm raiva porque ele (Cristiano Ronaldo) é um grande jogador, bonito e faz sucesso. Aí os caras ficam bravos. Têm inveja. A única coisa ruim na vida do Cristiano é o Messi. Se não fosse ele, (o Cristiano) era o melhor do mundo por cinco anos seguidos."
Luiz Felipe Scolari, técnico da Seleção Brasileira

"A Real Academia da Língua Espanhola deveria inventar uma nova palavra para definir o que o Messi faz em campo."
Alejandro Sabella, técnico da seleção argentina, insta a entidade que regula o idioma castelhano a criar um novo adjetivo para descrever o camisa 10

"O Messi é um deus como pessoa e ainda mais como jogador. Espero que ele ganhe a Copa do Mundo pela Argentina. A todos os deuses do mundo, tudo que peço é lhe deem essa chance."
Samuel Eto'o, atacante camaronês do Anzhi Makhachkala russo

"Assim como o Michael Jordan fez no basquete, o Messi domina em seu esporte. Pouquíssimas pessoas na história conseguiram dominar a modalidade que praticavam da maneira que fizeram o Jordan e o Messi. Lamento por aqueles que querem competir pelo trono do Messi. É impossível, esse garoto é único. Não é que ele marque muito gols, mas que marque muitos golaços, um melhor que o outro."
Pep Guardiola, ex-técnico do Barcelona