Jupp Heynckes
© Getty Images

O ano de 2013 ficará para sempre na memória de Jupp Heynckes. Aos 68 anos, o técnico conquistou definitivamente um lugar na história do futebol. Embora já tivesse vencido muitos títulos tanto como jogador quanto como treinador, o ex-atacante alcançou algo de extraordinário do comando do Bayern de Munique, levando o clube à conquista da tríplice coroa. Primeiro, Heynckes levantou a taça da Bundesliga com o Gigante da Baviera com seis rodadas de antecedência. Em seguida, em maio, veio o triunfo na UEFA Chapions League. E, para coroar a temporada, ele venceu também a Copa da Alemanha. Apesar de todo o sucesso, no entanto, o Bayern decidiu substituí-lo por Pep Guardiola.

O incrível sucesso de Jupp Heynckes na temporada 2012/13 foi a conclusão perfeita de uma carreira extraordinária. Como jogador, ele conquistou quatro títulos alemães, uma Copa da Alemanha e uma Liga dos Campeões da UEFA, além de ter sido campeão mundial e europeu pela seleção germânica. Em 1979, mudou de profissão e passou a ser treinador do clube da sua cidade natal, o Borussia Mönchengladbach. Com apenas 34 anos à época, era o treinador mais jovem do campeonato nacional e foi o responsável por revelar o craque Lothar Matthäus, que em 1991 se tornaria Jogador do Ano da FIFA e recordista em número de atuações pela Alemanha.

Em 1987, Heynckes se transferiu pela primeira vez para o Bayern de Munique. Logo no seu segundo ano no comando do "Gigante da Baviera", ganhou o seu primeiro título nacional como treinador, façanha que repetiu na temporada seguinte. Com o tempo, o técnico teve passagens bem sucedidas por clubes como Atlético de Bilbao, Eintracht Frankfurt, Tenerife e na equipe galáctica do Real Madrid, com quem foi campeão da Liga dos Campeões de 1998.

Depois disso, o alemão treinou o Benfica por uma temporada e voltou a comandar o Atlético de Bilbao antes de retornar para a Alemanha para comandar o Schalke 04 e, pela segunda vez, liderar o Borussia Mönchengladbach. Em 2009, Heynckes foi contratado como treinador interino do Bayern, sentando-se no banco de reservas do recordista em títulos da Alemanha pela segunda vez.

A seguir, Heynckes assumiu o comando do Bayer Leverkusen e estabeleceu um novo recorde no Campeonato Alemão ao ficar 24 jogos invicto desde o início do torneio com a sua equipe, além de ter recolocado o clube na Liga dos Campeões após sete anos de ausência. Então, o técnico foi pela terceira vez ao Bayern e encerrou a sua carreira da melhor maneira possível: conquistou a tríplice coroa e bateu vários recordes com o clube de Munique.

Nos seus 34 anos de carreira como treinador, Heynckes conquistou, entre outros, duas Ligas dos Campeões da UEFA, três Campeonatos Alemães e uma Copa da Alemanha. Além disso, foi eleito o Treinador do Ano na Alemanha em 2013. Atualmente, o treinador, que tem uma filha, está descansando com a esposa, Iris, na sua fazenda nas proximidades da cidade de Mönchengladbach.