Os Estatutos da FIFA e o seu regulamento de aplicação equivalem à Constituição do órgão máximo do futebol internacional. Eles determinam as leis básicas do futebol mundial, com base nas quais são definidas inúmeras regras sobre competições, transferências, questões de doping e uma variedade de outros assuntos.

As alterações nos Estatutos da FIFA só podem ser feitas pelo Congresso da entidade e exigem uma maioria de três quartos das federações nacionais presentes e com direito a voto.

Ao longo da história da FIFA, os Estatutos passaram por várias revisões completas, que deram à entidade um marco jurídico moderno e abrangente para o seu trabalho cada vez mais importante.

Estes Estatutos foram adotados no 63º Congresso da FIFA nas Ilhas Maurício, nos dia 30 e 31 de maio de 2013, e entraram em vigor no dia 31 de julho do mesmo ano.