Estratégia de Patrocínio da FIFA
© FIFA.com

Depois da Copa do Mundo da FIFA 2006, a FIFA apresentou a sua nova estratégia comercial, cuja principal característica foi uma nova estrutura de patrocínio em três níveis. O primeiro nível consiste nos parceiros da FIFA, o segundo é formado pelos patrocinadores da Copa do Mundo da FIFA e o terceiro tem os apoiadores nacionais de cada evento da FIFA.

Os seis parceiros da FIFA têm o mais alto nível de associação com a entidade e com todos os seus eventos, além de desempenharem uma função mais ampla no apoio ao desenvolvimento do futebol no mundo todo, desde a base até a Copa do Mundo da FIFA. Assim, a FIFA e os seus parceiros podem formar verdadeiras parcerias, dando grande valor ao envolvimento de ambas as partes.

Os patrocinadores da Copa do Mundo da FIFA têm direitos relativos à Copa as Confederações da FIFA e à Copa do Mundo da FIFA em escala global. Os principais direitos de patrocínio neste nível são a associação de marca, o uso de recursos de marketing selecionados, a exposição na mídia e ofertas de ingressos e hospedagem para os eventos.

O status de apoiador nacional é o nível final da estrutura de patrocínio da FIFA, permitindo que empresas com raízes no país-sede de cada evento da FIFA promovam uma associação no mercado nacional.

Um grande benefício da estratégia de patrocínio da FIFA é a exclusividade em uma ampla categoria de produtos oferecida a todas as afiliadas comerciais, permitindo que cada marca se diferencie da concorrência na sua categoria específica.

O diagrama a seguir descreve como a estrutura de patrocínio de três níveis da FIFA foi implementada na Copa do Mundo da FIFA 2010 na África do Sul.