Órgãos de Governança
© Foto-net

As quatro forças-tarefa que foram criadas a pedido do Comitê Executivo da FIFA em outubro de 2011 concluíram o seu mandato de proposta de reformas, parte integrante do processo que foi iniciado durante o Congresso da FIFA em Zurique no dia 1º de junho de 2011.

As propostas da Força-Tarefa do Comitê de Ética da FIFA e da Força-Tarefa de Transparência e Cumprimento de Leis, em particular no que diz respeito à criação do Comitê de Ética bicameral e à criação do Comitê de Auditoria e Cumprimento de Leis, em ambos os casos com presidentes independentes, já haviam sido aprovadas pelo Congresso da FIFA em Budapeste em 25 de maio de 2012. Além disso, o novo Código de Conduta da FIFA e a nomeação de uma mulher pela primeira vez para o Comitê Executivo da FIFA também foram aprovados naquele dia.

A Força-Tarefa de Revisão do Estatuto, foi apresentado um projeto de proposta de alteração do Estatuto da FIFA. De acordo com o roteiro, ficou estabelecido que as propostas restantes que não foram votadas no Congresso em Budapeste, e em particular as relacionadas a essas propostas de alteração do Estatuto da FIFA, serão apresentadas ao Congresso da FIFA em 2013.

Nesse contexto, o Comitê Executivo da FIFA decidiu, na sua reunião de 27 e 28 de setembro de 2012, criar um grupo de trabalho presidido pelo membro do Comitê Executivo da FIFA e presidente da Força-Tarefa de Revisão do Estatuto, Theo Zwanziger, e composto dos secretários-gerais e diretores jurídicos das confederações continentais e da FIFA, a fim de consultar as 209 federações afiliadas e enviar as propostas restantes sobre a revisão do Estatuto da FIFA ao Congresso da FIFA em 2013. Por sua vez, a Força-Tarefa Futebol 2014 também concluiu o seu trabalho após conversações sobre possíveis reformas do esporte em si. Vários membros da força-tarefa, inclusive o seu presidente, Franz Beckenbauer, integrarão agora o Comitê de Futebol da FIFA.

O processo de reforma vai continuar, conforme planejado, até o Congresso de 2013.