"O principal destaque de 2012 na minha opinião foi o futebol feminino", afirmou Joseph S. Blatter em entrevista ao FIFA.com há cerca de uma semana. E não apenas o presidente da FIFA, mas todo o mundo do futebol feminino ainda se lembra com satisfação das muitas emoções proporcionadas ao longo dos últimos 12 meses pela versão mais bela do esporte mais popular do planeta. Na cerimônia de gala da Bola de Ouro FIFA 2012, no início de janeiro, todas as lembranças ficaram ainda mais vivas na memória.

Na Kongresshaus de Zurique, Abby Wambach e Pia Sundhage tiveram o seu talento reconhecido com os prêmios, respectivamente, de melhor jogadora e melhor treinadora de futebol feminino do ano passado. A noite do dia 7 de janeiro certamente ficará por muito tempo na memória das duas. Clicando no link na barra de menus à direita, é possível conferir novamente todas as entrevistas, vídeos e álbuns de fotos exclusivos em torno do evento.

Mas a bola não pode parar de rolar, e em janeiro também tivemos muitas novidades e acontecimentos envolvendo o futebol feminino. Como sempre, o FIFA.com está aqui para manter os seus usuários em dia com as principais informações.

Seleções

Começo promissor para Pellerud
Faltando cerca de meio ano para o pontapé inicial da Eurocopa Feminina Suécia 2013, outro selecionado escandinavo é que está chamando atenção: a Noruega. Em um torneio de quatro nações disputado na China, a campeã mundial de 1995 se sagrou vencedora depois de vitórias contra a Coreia do Sul (2 x 0), a anfitriã (1 x 0) e o Canadá (0 x 0). Esse foi o primeiro teste difícil para a seleção norueguesa desde que o técnico Even Pellerud reassumiu o cargo. A melhor jogadora do torneio foi Marit Fiane Christensen, a maestrina da atual 12ª colocada no Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola.

Bajramaj esperando um retorno no momento certo
Fatmire Bajramaj, que já disputou 59 partidas pela seleção alemã, ainda não desistiu de disputar a Eurocopa Feminina 2013. A estrela de 24 anos rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho no dia 30 de setembro do ano passado em partida pela Bundesliga entre o seu clube atual FFC Frankfurt e o seu ex-clube Turbine Potsdam (2 x 1), mas declarou em entrevista recente ao site da Federação Alemã de Futebol (DFB) que não descartou o seu retorno. "De qualquer forma, o meu objetivo é estar presente", comentou a atacante. "As chances de eu me recuperar a tempo são boas."

Espanha no caminho certo
As espanholas mostraram que continuam em ascensão ao derrotarem a Rússia por 2 a 1 em um amistoso nas proximidades da cidade de Murcia. A atacante Verónica Boquete abriu o placar para a Espanha, mas Elena Morozova deixou tudo igual. Quando tudo indicava que a partida terminaria empatada, Jennifer Hermoso marcou o gol da vitória nos acréscimos. Em breve, as duas equipes vão se reencontrar pelo Grupo C da Eurocopa Feminina 2013. As outras seleções dessa chave, que promete muita emoção, são Inglaterra e França.

Clubes

Reforços para grandes da França
A grande agitação do mercado de transferências não foi exclusividade do futebol masculino. Chamaram a atenção as importantes contratações dos principais clubes franceses. O Lyon, atual campeão da Liga das Campeãs da UEFA, trouxe dois nomes de peso: a americana Megan Rapinoe, campeã olímpica em Londres 2012, e a japonesa Shinobu Ohno, campeã mundial na Alemanha 2011. Por sua vez, a também americana Tobin Heath passará a vestir a camisa do Paris Saint-Germain. Já o Juvisy contratou a zagueira da seleção francesa Laure Lepailleur e a goleira da seleção ucraniana Irina Zvarych.

Mais mudanças no Velho Continente
Na Inglaterra, Alemanha e Suécia, também aconteceram importantes transferências. O Chelsea agora passa a contar com os gols da sueca Sofia Jakobsson. Por sua vez, o Frankfurt fechou contrato com a japonesa Kozue Ando, a australiana Tameka Butt e a dinamarquesa Lise Overgaard Munk. O clube sueco Umea assinou com Katrin Jonsdóttir, de 35 anos, importante criadora de jogadas da seleção islandesa.

Nova liga tomando forma
A Liga Americana de Futebol (NWSL), recentemente criada, anunciou a divisão das 55 jogadoras das seleções de EUA, Canadá e México entre os seus oito clubes. O clube que deu mais sorte foi o Portland Thorns. A equipe do estado do Oregon contará com a qualidade de Alex Morgan e Christine Sinclair. A Jogadora do Ano da FIFA 2012 Abby Wambach colocará os seus gols a serviço do New York Flash, enquanto a goleira Hope Solo defenderá as traves do Seattle Reign. A lista completa dos elencos pode ser vista clicando no link da Federação Americana de Futebol no menu à direita.

Formação

Em janeiro, como medida pelo desenvolvimento do futebol feminino, a FIFA realizou um curso de treinadores em Israel. Quarenta técnicos de todo o país se reuniram para participar do curso ministrado pela instrutora da FIFA Marta Tejedor, ex-treinadora da seleção chilena. Além disso, foram realizados festivais de futebol feminino nas Ilhas Virgens Britânicas.

O número

12 — As seleções que disputarão a prestigiada Copa Algarve entre os dias 6 e 13 de março em Portugal. Entre elas, estão a Alemanha (última campeã do torneio),o Japão e os EUA. Confira abaixo os grupos:

Grupo A
Alemanha
Japão
Noruega
Dinamarca

Grupo B
EUA
China
Suécia
Islândia

Grupo C
Portugal
Hungria
México
País de Gales

O que elas disseram
"Estou muito feliz e orgulhosa por tudo o que já alcancei na minha carreira. É definitivamente uma alegria e uma honra poder inspirar as pessoas a seguirem o meu exemplo e fazerem o que realmente amam na vida. Fico contente por ser um exemplo para garotas que querem ser jogadoras de futebol profissional."
Marta, atacante brasileira, em entrevista para a campanha da FIFA "Live Your Goals"