Triunfo do Sydney e domínio do Lyon
© Getty Images

A W-League australiana chegou ao fim com uma decisão emocionante no último final de semana, culminando com o título do Sydney. Na Europa, o Lyon mostrou o seu domínio também na Copa da França e presenteou os torcedores com muitos gols. Na Espanha e na Itália, a situação permaneceu inalterada na ponta da tabela.

O FIFA.com resume os mais importantes acontecimentos recentes no mundo do futebol feminino.

Austrália: Sydney triunfa na final
Pela segunda vez desde 2009, o Sydney conquistou o título australiano. Na final, a equipe do técnico Alen Stajcic derrotou o Melbourne Victory por 3 a 1. Na sua primeira participação em uma final, o Melbourne teve o mando de campo por ter terminado em uma melhor colocação na tabela na fase de pontos corridos. No entanto, foi o clube visitante que saiu na frente. Diante de 4.181 espectadores, Nocola Bolger abriu o marcador para o Sydney. Ainda antes do intervalo a sueca Petra Larsson empatou em cobrança de falta, mas logo no início do segundo tempo Samanta Kerr fez 2 a 1 para o Sydney. A partida seguiu muito emocionante e as duas equipes criaram inúmeras oportunidades, mas as duas goleiras (Brianna Davey e Shamiran Khamis) estavam em um bom dia e dificultaram a vida das atacantes. Pouco antes do apito final, o Melbourne sofreu um duro revés quando Maika Ruyter-Hooley recebeu o cartão vermelho após cometer um pênalti. Na cobrança, Kyah Simon mandou a bola para as redes, fazendo 3 a 1 para o novo campeão e dando números finais à partida.

Itália: Tavagnacco diminui distância
O Sassari Torres continuou na liderança após a 18ª rodada do Campeonato Italiano. É verdade que o campeão da temporada passada não passou de um empate sem gols contra o Napoli, mas manteve mesmo assim a primeira colocação, já que estava bem à frente do segundo colocado. No entanto, a vantagem do Sassari caiu de nove para sete pontos, já que o Tavagnacco goleou o Fiammamonza por 5 a 0. Alice Parisi (duas vezes), Kacie Oliver, Elisa Camporese e Michela Rodella marcaram os gols da vitória. O Brescia também venceu, por 3 a 1 contra a Lazio, e segue ocupando o terceiro lugar.

Os três primeiros: Sassari Torres (50 pontos), Tavagnacco (43), Brescia (42)

França: Nada de tropeços para o favorito
Ninguém está conseguindo desafiar o Lyon na França atualmente. E, agora, além de estar dominando o Campeonato Francês, o clube de Patrice Lair também está mostrando a sua supremacia na Copa da França. Na fase classificatória para as oitavas de final, a equipe massacrou o Epinal por 13 a 0 e seguiu no caminho certo para conquistar novamente o título. Eugénie Le Sommer e Camille Abily marcaram três gols cada uma na partida. Os outros foram marcados por Lara Dickenmann, Laëtitia Tonazzi, Ami Otaki (dois cada uma) e Amandine Henry. O Montpellier, finalista do torneio no ano passado, e o Juvisy também não tiveram grandes dificuldades para avançar para a próxima fase. Enquanto o Montpellier derrotou o Nivolas por 4 a 1, o Juvisy goleou por 10 a 0 o Gonfreville. O confronto entre o segundo colocado Paris Saint-Germain e o Montigny-le-Bretonneux precisou ser adiado.

Espanha: Trio de líderes em harmonia
Nada mudou entre os líderes do Campeonato Espanhol após a  19ª rodada. O primeiro colocado Atlético de Bilbao consolidou a liderança com uma goleada por 4 a 0 contra o Sevilla, mantendo o Atlético de Madri a uma distância de três pontos. O clube madrilenho, no entanto, venceu o Real Sociedad por 1 a 0, dando mostras de que não vai facilitar a vida da equipe basca. Por sua vez, o Barcelona segue em terceiro após a vitória por 2 a 0 contra o San Gabriel. No próximo fim de semana, haverá um duelo direto entre o segundo e o terceiro colocados. Com uma vitória, o Barcelona pode diminuir para apenas um ponto a sua desvantagem em relação ao Atlético de Madri.

Os três primeiros: Atlético de Bilbao (50), Atlético de Madri (47), Barcelona (43)