Grupo de Estudos Técnicos
© Getty Images

Durante as últimas quatro décadas, o Grupo de Estudos Técnicos (TSG) vem analisando partidas disputadas em torneios internacionais e apontando novas tendências. A decisão de criar um painel de especialistas para estudar as partidas na fase de mata-mata da Copa do Mundo da FIFA foi tomada em 1965. A primeira tarefa do grupo aconteceu na Inglaterra 1966.

A prioridade do TSG é observar as equipes durante partidas e treinamentos. Em seguida, as impressões iniciais do grupo são detalhadas em uma série de minuciosas conversas com o objetivo de fomentar discussões e trocas de pontos de vista.

O TSG é dirigido pelo suíço Jean-Paul Brigger, ex-jogador da seleção (33 partidas e três gols), campeão nacional com o Sion e Jogador do Ano do seu país em 1992. Além disso, ele também conquistou cinco Copas da Suíça e foi eleito o técnico suíço do ano em 1995.

As informações são coletadas em um relatório e disponibilizadas para as associações filiadas à FIFA como ferramenta de desenvolvimento. DVDs para programas de treinamento também são distribuídos. O objetivo desses materiais é aprimorar as atividades cotidianas durante os treinamentos. As metas principais são a criação de parâmetros de qualidade e a promoção da evolução individual dos jogadores.

Os relatórios do TSG não se limitam de forma alguma apenas à análise dos fatos da partida. O grupo também trabalha ativamente para estimular debates sobre questões como o impacto das restrições na preparação antes de grandes torneios sobre o rendimento individual dos jogadores e os pontos positivos e negativos do impedimento passivo. O TSG publica resumos e recomendações que são encaminhadas aos responsáveis pela tomada de decisões.

Outro tema importante é o papel das seleções no cenário da crescente globalização do futebol. Os grandes torneios, como a Copa do Mundo, a Copa América e a Eurocopa, tendem a confirmar a forte identificação popular dos selecionados nacionais. O TSG desempenha um grande número de tarefas, mas a prioridade fundamental permanece a mesma: continuar o desenvolvimento do esporte mais amado do planeta.