O Bate Borisov provocou a grande surpresa do primeiro dia da segunda rodada da UEFA Champions League, derrotando um irreconhecível Bayern de Munique na Bielorrússia por 3 a 1. A Juventus, por sua vez, por pouco não perde a invencibilidade no justo empate em 1 a 1 diante de um convincente Shakhtar Donetsk, enquanto o Manchester United teve de virar para cima dos romenos do Club para vencer por 2 a 1.

O jogo
Bate Borisov 3 x 1 Bayern de Munique
Gols: Aleksandr Pavlov (23/1ºT), Vitali Rodionov (33/2ºT) e Renan Bressan (49/2ºT) para o Bate Borisov; Franck Ribéry (45/2ºT) para o Bayern de Munique

O Bate Borisov conquistou o maior triunfo de sua história ao superar um decepcionante Bayern de Munique em Minsk. A vitória foi amplamente merecida, tendo recompensado o time que mais criou chances de gol, a maioria delas em jogadas de contra-ataque. A equipe alemã de fato dominou a maior parte do jogo, mas pecou pela desorganização e pouco levou perigo na finalização. Aleksandr Pavlov, por outro lado, mostrou grande oportunismo ao aproveitar um chute errado de seu companheiro Aleksandr Volodko para abrir o placar. Os donos da casa ampliaram a 12 minutos do fim, com Vitali Rodionov estufando as redes quase na pequena área, em jogada que contou com impressionante passividade da defesa bávara. No final do jogo, Franck Ribéry devolveu a esperança ao Bayern, mas os visitantes foram com ímpeto demais em busca do empate e acabaram levando o terceiro gol em contra-ataque já nos acréscimos. Com o resultado, o Bate Borisov assumiu a liderança do Grupo F, com duas vitórias consecutivas, as duas primeiras de sua história no torneio.

As outras partidas
Grupo E
Juventus 1 x 1 Shakhtar Donetsk
Nordsjælland 0 x 4 Chelsea

A Juventus não passou de um empate em casa diante de um Shakhtar Donetsk extremamente veloz, que foi em busca da vitória e por diversas vezes assustou os acuados anfitriões. Após o brasileiro Alex Teixeira, ex-Vasco, ter colocado os visitantes na frente, parecia improvável uma reação da apática equipe da Juve na partida. A Velha Senhora, porém, mostrou toda a sua experiência e, logo no ataque seguinte, igualou a contenda com um chute forte de Leonardo Bonucci, que morreu no ângulo do gol ucraniano. Com o empate, o duelo ganhou em emoção e poderia ter terminado com a vitória de qualquer um dos times, mas a igualdade acabou ficando de bom tamanho. O Chelsea, por sua vez, levou meia hora para abrir o caminho da goleada sobre a intrépida, porém inexperiente equipe dinamarquesa.

Grupo F
Valencia 2 x 0 Lille

No confronto entre os dois integrantes da chave que haviam perdido na primeira rodada, o Valencia foi mais eficiente e bateu o visitante francês, graças ao entrosamento do espanhol Roberto Soldado com o brasileiro Jonas, autor dos dois gols do jogo.

Grupo G
Spartak Moscou 2 x 3 Celtic
Benfica 0 x 2 Barcelona

O Barcelona novamente se valeu de sua qualidade técnica coletiva e da genialidade de seus talentos individuais para somar mais três pontos na competição. Duas assistências de Lionel Messi, para Alexis Sánchez e Cesc Fàbregas, foram suficientes para o clube catalão, que, no entanto, perdeu Carles Puyol por conta de uma nova lesão.

Após 11 derrotas consecutivas fora de casa na Liga dos Campeões da UEFA, o Celtic quebrou o jejum como visitante e superou um decepcionante Spartak em Moscou. Surpreendido por um gol de Gary Hooper logo aos 12 minutos do primeiro tempo, o time russo reagiu e virou o placar com dois tentos de Emmanuel Emenike. Aos 18 da etapa final, entretanto, o argentino Juan Manuel Insaurralde, que atuava como último homem da retaguarda, foi expulso, o que acabou custando caro aos donos de casa. Acuado na defesa, o Spartak cedeu o empate aos 25, antes de levar o golpe final no último minuto, em cabeçada de Georgios Samaras.

Grupo H
Cluj 1 x 2 Manchester United
Galatasaray 0 x 2 Braga

Após o gol de Pantelis Kapetanos logo no início do jogo, faltou confiança na vitória à equipe romena, que cometeu o erro fatal de deixar os Diabos Vermelhos controlarem a partida. Melhor para a afinada dupla Wayne Rooney e Robin van Persie, que garantiu o triunfo do United com dois gols do holandês. Já o Galatasaray somou sua segunda derrota no torneio, desta vez em casa, diante de um adversário português mais eficiente, após o revés sofrido na primeira rodada.

O craque
O chileno Alexis Sánchez calou os (escassos) críticos ao abrir o placar contra o Benfica, atuando de centroavante, como prefere. Desde que chegou ao Barcelona, ele vinha jogando aberto na ponta esquerda, exatamente de onde veio o cruzamento de Lionel Messi para o seu gol.

O gol
Spartak Moscou 2 x 3 Celtic, Emmanuel Emenike (41/1ºT)
Após lançamento em profundidade do sueco Kim Källström desde o meio de campo, o atacante brasileiro Ari nem precisou dominar a bola, tocando de primeira para o meio da área, onde Emmanuel Emenike só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes, anotando o primeiro gol do Spartak na partida.

O número
22 — A quantidade de gols anotados na Liga dos Campeões da UEFA pelo holandês Robin van Persie, que demonstrou grande entrosamento com Wayne Rooney e deixou sua marca pela primeira vez com a camisa do Manchester United na competição continental. Seus 20 gols anteriores foram feitos com as cores do Arsenal.

Dê a sua opinião!
O Bate Borisov terminará a primeira fase na liderança do Grupo F?