Em janeiro de 2012, como todo ano, o futebol organizou a sua prestigiosa cerimônia de premiação da Bola de Ouro FIFA 2011 em Zurique. Já um habitué do evento, Lionel Messi voltou para casa com mais um troféu de melhor do mundo na bagagem. Entre as mulheres, a japonesa Homare Sawa interrompeu o reinado da brasileira Marta, que durava desde 2006.

Ao final de uma cerimônia que contou com as participações de Pelé, Ronaldo, Ruud Gullit, Lothar Matthäus, Christian Karembeu e Hugo Sánchez na entrega dos prêmios, o argentino do Barcelona recebeu a terceira Bola de Ouro FIFA consecutiva, eleito à frente do português Cristiano Ronaldo e do espanhol Xavi, que terminou em terceiro lugar pela terceira vez. "Gostaria de compartilhar esta Bola de Ouro com o Xavi: você a merece tanto quanto eu", declarou o companheiro de clube.

No futebol feminino, Sawa faturou o prêmio de Jogadora do Ano da FIFA 2011 pela temporada excepcional como capitã da seleção japonesa campeã da Copa do Mundo Feminina da FIFA 2011. O desempenho na campanha do título inédito lhe permitiu realizar uma façanha que nenhuma outra jogadora havia conseguido nos cinco anos anteriores: destronar Marta do posto de rainha do futebol feminino. A brasileira teve de se contentar com a segunda posição, à frente da americana Abby Wambach.

Além dos jogadores, os técnicos também foram protagonistas da festa. Não só Pep Guardiola e Norio Sasaki foram eleitos Treinador do Ano no futebol masculino e Treinador do Ano no futebol feminino respectivamente, como Alex Ferguson recebeu o Prêmio Presidencial da FIFA em homenagem aos 25 anos no comando do Manchester United.

Determinação recompensada
Se foi preciso um quarto de século para que o técnico escocês transformasse os diabos vermelhos em um dos clubes mais vitoriosos do planeta, bastou um dia de março de 2011 para que um terremoto e um tsunami destruíssem grande parte do Japão. Ainda assim, a população local foi capaz de organizar uma Copa do Mundo de Clubes da FIFA impecável em dezembro do mesmo ano, e a seleção feminina ainda conquistou o título da Copa do Mundo Feminina da FIFA. Tamanha determinação foram mais do que suficientes para justificar a entrega do Prêmio Fair Play à Federação Japonesa de Futebol.

Os outros laureados da noite foram Iker Casillas, Daniel Alves, Gerard Piqué, Sergio Ramos, Nemanja Vidic, Andrés Iniesta, Xabi Alonso e Wayne Rooney, que formaram a Seleção Mundial da FIFA/FIFPro ao lado de Xavi, Messi e Ronaldo. O brasileiro Neymar não entrou para o time, mas foi o autor de um gol espetacular que lhe valeu o Prêmio Puskás da FIFA.

Para recordar todos os detalhes dessa noite inesquecível, você pode conferir as entrevistas, fotos e vídeos disponíveis no FIFA.com. Basta clicar nos links da coluna à direita. Nada melhor para ir aquecendo à espera dos premiados de 2012!