Mudam as regras do futsal

As regras oficiais do futsal foram revisadas, causando mudanças importantes na maneira como o esporte será praticado a partir de agora. As três modificações afetam a Regra 7 (duração do jogo), a Regra 12 (faltas e infrações) e a Regra 16 (arremesso de meta).

Pelas alterações na Regra 7, um período de jogo só será encerrado após um chute a gol atingir o seu destino ou após uma cobrança de penalidade máxima, de tiro livre sem barreira ou de tiro livre direto. O final será assinalado pelo apito do árbitro, assim como ocorre no futebol de areia.

Nas Regras 12 e 16, as alterações afetam a atuação dos goleiros. Agora será marcado tiro livre indireto se, depois de controlar a bola, o goleiro voltar a tocar nela na sua metade da quadra após um passe intencional de um companheiro de equipe sem que nenhum jogador adversário tenha tocado nela. A falta será cobrada do local onde a infração tiver ocorrido.

Anteriormente, o goleiro podia jogar em uma posição avançada e tocar novamente na bola após ela cruzar a linha central. Isso não é mais possível — agora o goleiro só poderá controlar a bola uma vez na sua própria metade da quadra, por um período de no máximo quatro segundos, e só poderá voltar a tocar na bola após um adversário também ter tocado nela.

Isso é fundamental para evitar táticas defensivas por meio das quais o "quinto jogador" (ou seja, o goleiro) ficava constantemente tocando a bola na sua própria metade da quadra. Agora, se uma equipe quiser jogar com um goleiro avançado para evitar perder uma partida, o goleiro precisará ultrapassar a linha central.

As regras revisadas do futsal estão disponíveis em formato PDF no link à direita.