"11 Jogadas pela Saúde" avança no México

A iniciativa "Futebol pela Saúde" da FIFA, que visa a evitar problemas de saúde e incentivar a atividade física, segue avançando no México com o programa "11 Jogadas pela Saúde". Com a intenção de obter apoio institucional, o diretor médico da FIFA, Jiri Dvorak, reuniu-se com a secretária de Saúde do México, Mercedes Juan López, na quinta-feira, dia 31 de janeiro.

Na reunião, que ocorreu na Secretaria da Saúde na Cidade do México, estiveram presentes também Rodrigo Reina, titular da Unidade Coordenadora de Vinculação e Participação Social da Secretária da Saúde; Cuauhtémoc Valdez, chefe de gabinete da Presidência Executiva da Fundação Mexicana para a Saúde; Armando Barriguete, assessor; Fernando Cerrilla, secretário-geral da Federação Mexicana de Futebol; e Enrique Bonilla, diretor-geral da Liga MX/Ascenso MX.

Dvorak explicou as realizações do programa "11 Jogadas pela Saúde", que utiliza o poder do futebol como ferramenta de prevenção e educação, e apresentou os resultados dos programas-piloto realizados no México e em outros países do mundo.

O programa foi desenvolvido para melhorar o estado de saúde dos jovens, aproveitando o grande potencial do futebol para fomentar uma vida mais saudável e evitar, por exemplo, a obesidade.

Após o sucesso das etapas-piloto na África do Sul (2009), Zimbábue (2010), Ilhas Maurício (2010) e México (2011), ficou visível que, com mensagens simples expressadas por meio de diferentes ações próprias do futebol, tais como defender, cabecear, chutar ou atacar, é possível conscientizar a juventude e inclusive chegar a mudar certos hábitos relacionados com a saúde.

"A força do futebol fora dos campos é evidente, mas, para alcançar os objetivos do programa, é necessária a colaboração dos governos", explicou Dvorak.

Mercedes Juan mostrou-se muito interessada. "Apoiaremos esta iniciativa", confirmou. "Todas as ações deste tipo que possamos empreender são importantes, pois temos no nosso país um grande problema de saúde, o qual cresceu desde 2006. Para esta secretaria, é importante abrir a porta a todas as iniciativas que nos ajudem a reduzir o índice de obesidade e diabetes, e a motivar meninos e meninas a praticar esportes e a alimentar-se de modo saudável. Nada seria melhor do que aproveitar a oportunidade que temos neste país tão apaixonado pelo futebol."

Outras iniciativas
Fernando Cerrilla agradeceu a colaboração governamental. "A saúde é muito importante tanto para FIFA quanto para a nossa federação, e é por isso que, junto com a Liga MX, já criamos outras campanhas."

Enrique Bonilla explicou as campanhas com mais detalhes: "A mais antiga é a da bola rosa, em apoio à luta contra o câncer de mama. Os torcedores e as mulheres que vão ao estádio se conscientizam da situação. No ano passado, criamos uma bola laranja com a campanha Mídete, para promover os hábitos de vida saudáveis."

"Apoiando as campanhas em prol da saúde, o futebol mexicano busca devolver à sociedade um pouco do muito que a sociedade dá ao futebol", finalizou Bonilla.