Futuro III – Programa Pró-Ativo
© FIFA.com

O programa FUTURO III prioriza a formação de instrutores nas áreas de direção técnica, arbitragem, administração e medicina esportiva. Clique no link na coluna da direita para saber mais.

O programa FUTURO III prioriza a formação de instrutores das federações afiliadas nas áreas de direção técnica, arbitragem, administração e medicina esportiva. Os participantes desse programa devem trabalhar ativamente como instrutores nas suas respectivas federações antes e depois do curso.

Formato do programa Futuro III 
Os cursos FUTURO III possuem estrutura regional, reunindo, em um espaço centralizado, os instrutores selecionados pelas federações dos países vizinhos . É permitida a participação de no máximo dois instrutores por federação em cada curso, dependendo da qualificação dos candidatos e do tamanho do país. Dessa forma, até dez países podem se beneficiar de um único curso FUTURO III. O objetivo do programa é que os instrutores participantes trabalhem ativamente ao final do curso e, para isso, as federações envolvidas irão elaborar planos de atividades com o apoio da FIFA. A entidade decidirá anualmente a respeito dos locais de realização dos cursos, visando atender todas as regiões. Os cursos deverão ser ministrados, sempre que possível, em dependências financiadas pelos projetos da FIFA Goal e/ou FAP.

Disposições financeiras
A FIFA arcará com as seguintes despesas relacionadas aos cursos FUTURO III: todos os gastos dos instrutores do curso, uma soma fixa para os custos de hospedagem dos participantes do curso, instalações técnicas e dependências do curso, 50% das despesas de viagem internacional dos participantes em classe econômica, material didático e equipamentos fornecidos pela FIFA.

A federação organizadora será responsável por todo o transporte dos instrutores e dos participantes e pelas despesas aduaneiras/impostos para o material didático e os equipamentos do curso, além de outros gastos residuais não cobertos pela FIFA.

As federações afiliadas que enviarem participantes serão responsáveis por 50% das despesas de viagem internacional dos mesmos ao local do curso, vistos e outros gastos relacionados e quaisquer outras despesas adicionais não mencionadas acima.